quarta-feira, janeiro 03, 2007

Mensagens do Cativeiro


A vida mede-se em emoções diárias inesgotáveis, aqui dentro.

Tenho a sorte de ter a cama com vista sobre a cidade, a mais afastada das duas televisões que debitam TVI e SIC, non stop das 7h00 às 24h00, o que é uma benção, já que de onde estou não consigo ver nem ouvir nada.

Ás 6h30 o dia começa com um emocionante "bom dia, vamos fazer xixi para a fitinha?", seguido da fila ordenada de barrigudas vestidas de saco de farinha, chinelos vários números acima do desejável para cada pé, a caminho do WC, fitinha na mão. Depois é esperar com ansiedade que não dê cruzes, quando se mostra a fitinha à Sra. Enfermeira (apesar de ninguém saber exactamente porque é que não pode dar nem uma cruz...).

Segue-se a disputa pela box para o duche, que tem uma cadeirinha com buraco para encaixar o traseiro e tomar banho estilo Cleópatra.

Pequeno almoço, médico e internos à volta, equipa sempre diferente, vá de repetir a nossa história sempre igual, e tome espetadela, só mais uma análise a não sei o quê, uma injecção para não sei o que mais, mais aparelhos, procedimentos técnicos e almoço. O emocionante que é comer rissóis de peixe com "arroz alegre" (sabem o que é arroz alegre?, vem assim na ementa, suspeito que seja uma alegria para o arroz que ninguém seja capaz de o comer...)!

Mais espeta daqui e vira de acolá, hora da visita, hora do lanche, mais medicação, hora do jantar, Floribella e congénere da TVI, mais um exame, mais uma medida da tensão, mais medicação, hora da ceia...

A hora da medida da tensão, num quarto só para hipertensas, é particularmente animada: todas têm uma técnica para a "coisa" correr bem e o resultado dar mais baixo (estilo bora lixar a máquina), mas acho que se enervam tanto com as técnicas que aquilo acaba por não resultar. Para umas é dar o braço direito, virar de lado, ficar de costas... é lixado, não resulta e acabou-se.

A minha técnica consiste em fingir que estou em Paraty, a mergulhar nas águas quentinhas, a fotografar o fundo do mar, a comer açaí com granola no boteco da praça... Também não resulta, mas é bom lembrar...!

Nem vos conto a história de um exame que consiste em colher urina para um jarro durante 24h00 e que ia terminando em homicídio. Eu ia assassinando uma chinesa (ou japonesa, a criaturinha de olhos amendoados e barrigão imenso não falou, só sorriu, balançou muito a cabeça e passou à minha frente na fila para o WC, quando eu estava quase, quase a transbordar, de jarro na mão. Indecente! Foi por um triz que não lhe atirei o jarro à mona oriental!

Vocês, em pleno uso do direito de ir e vir, façam coisas emocionantes: vão visitar a sogra, passem a tarde nos saldos, adoptem um sem-abrigo, votem num referendo qualquer, assistam a Floribella. Vivam, façam o favor de ser muito felizes.

Isto ainda vai durar uns tempinhos, mas quando acabar, aguardem-me!

38 Comments:

At 3/1/07 7:19 da tarde, Blogger Silver said...

Espantosa é a forma como encaras o cativeiro. E pensando bem, é mesmo a melhor. Beijo grande avezinha fantástica :)

 
At 3/1/07 7:55 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

Que querida, assim é que eu gosto de a ver, com o seu apurado sentido de humor.
O tempo vai passar muito depressa porque estamos todos a fazer muita força.

Muitas beijocas.

 
At 3/1/07 8:23 da tarde, Blogger C_mim said...

Para quem a visita a aventura chama-se...

>Ó faxfavori posso ir ver a Azulinha...
>E a resposta é: Não... já tem duas visitas... Tem que aguardar que uma desça para subir a outra ou então telefone a avisar...
>Ó faxfavori como quer o Sr. que eu telefone se eu nem sei quem lá está... E a mais a paciente tem que desligar o telemóvel senão tudo o que é electrónico muda de frequência...
>Então vai ter de aguardar...

 
At 3/1/07 8:25 da tarde, Blogger C_mim said...

Ahhh... ainda a aventura de passar por aquelas portas automáticas, tipo metro, sempre dispostas a morderem o nosso rabioche...

 
At 3/1/07 9:33 da tarde, Anonymous Noélia said...

Olá! Que passagem de ano emocionante! Mas é por uma razão muito boa e, não tarda nada, bate-lhe à porta! Estou a torcer por si, como sabe, desejo-lhe toda a felicidade. Vai ser maravilhoso. Um beijinho.
PS: Gostava de a visitar mas imagino que a lotação está esgotadíssima!

 
At 3/1/07 10:06 da tarde, Blogger dakidali said...

Estamos todos contigo, e prometo que vou fazer tudo o que uma pessoa não dá valor quando está num cativeiro desses.
Beijos grandes para os dois.

 
At 3/1/07 10:57 da tarde, Blogger Cristina said...

um grande beijinho miúda corajosa!

 
At 3/1/07 11:19 da tarde, Blogger Tongzhi said...

Tudo de bom para ti!
Logo, logo vai acabar o cativeiro :)

 
At 4/1/07 12:45 da manhã, Blogger AEnima said...

Oh rapariga... com tanta azafama no "curral" e ainda consegues ter sentido de humor! Eta, gentinha mais fria essa a que trabalha no hospital... irra!

Forca mulher forte e linda! Forca ai... o teu miguelito precisa de ti! Respira fundo, enche bem o estomago de ar (nao os pulmoes, tu sabes essas tecnicas todas de relaxamento) e pensa que estamos todas(os) a enviar-te ondinhas azuis calmantes com miminhos e praias tropicais.

Eu ca vou experimentar canalizar as minhas energias de transmissao de pensamento para o staff, que parece ser o que precisa de um bocadinho mais de ternura no coracao.

Beijocas enormes e ja agora, uma inside tip - costumam ser os anos que comecam piores que correm depois em maravilha!

 
At 4/1/07 2:56 da manhã, Blogger UrsaM said...

Azulinha querida,

só você com este humor agudo e leve é capaz de revolucionar um cativeiro!

Não podias tentar, com a japa do pipi, aquelas palavras que usaste em Barcelona?
beijos e rápidas melhoras. Dinda

 
At 4/1/07 8:32 da manhã, Blogger Madalena said...

Nossa querida Azulinha!!!!! Um beijinho graaaaaaaaaaaaaande para ti. Para ti agora tem de ser tudo XXL, até os beijinhos, não é?
Gostei muito desta crónica de maternidade. Nem consigo imaginar a tua força moral. É XXXXL!!!!

 
At 4/1/07 11:46 da manhã, Anonymous Folha de Chá said...

Estou aqui a torcer por ti. Para que mais depressa do que imaginas acabe esse tormento, e com muita felicidade. :) Bom 2007.

[e, quando quiseres, podias enviar-me um mail para some.tea.cups [arroba] gmail [ponto] com] :)

 
At 4/1/07 12:39 da tarde, Blogger anamoris said...

Bom Ano para ti Azulita
Vai ser um ano Farto, tens de ter paciência, deixa lá que depois vais ter uma vida muitgo agitada. Isso garanto-te eu, já há quase onze anos que a minha vida mudou radicalmente quando tive o meu filho e depois quando nasceu a minha filha há oito anos mudou ainda mais.
Beijinhos se achares que te posso ajudar de alguma maneira, é só dizeres.
Até Logo

 
At 4/1/07 12:39 da tarde, Blogger anamoris said...

Bom Ano para ti Azulita
Vai ser um ano Farto, tens de ter paciência, deixa lá que depois vais ter uma vida muitgo agitada. Isso garanto-te eu, já há quase onze anos que a minha vida mudou radicalmente quando tive o meu filho e depois quando nasceu a minha filha há oito anos mudou ainda mais.
Beijinhos se achares que te posso ajudar de alguma maneira, é só dizeres.
Até Logo

 
At 4/1/07 4:32 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

Olá, como vai isso hoje?

Espero que consiga passar este dia especial o melhor possível dentro do condicionamento do cativeiro.

Os rissóis estavam bons? E o que´é na verdade o tal arroz alegre?

Beijocas e até amanhã se não tiver a lotação esgotada.

 
At 4/1/07 6:50 da tarde, Blogger 125_azul said...

Amanhã não sei se estarei aqui na hora da visita, tenho que ir ao Egas Moniz para fazer um exame especial, as coisas complicaram-se um bocadinho. Sempre, é uma variante, passeio de ambulância pela cidade...
Pobres das minhas visitas que sofrem a intolerância dos "monstros da portaria"!
Também muito graças a vocês, a tensão não é a única coisa em alta por aqui: nada é simples, tudo se complica, mas o moral das tropas (eu e Miguel, mais pai e meninas lá fora) permanece elevado.
Obrigado a todos os que deixam miminhos.

 
At 4/1/07 8:10 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

Querida arara,

Quando lhe deixarem, vá por favor ao blog da" chuvamiudinha".
Ela dedicou-lhe o último post feito ainda antes do Natal.

Muitas beijocas, abraços, miminhos, etc.,etc.,etc..

 
At 4/1/07 9:35 da tarde, Blogger Ck in UK said...

AI more quando saires dai vai ser ca uma vinganca que eu nem te conto.
Forca nisso, e hoje o post e dedicado a ti e a czinha!

beijos gdes muita forca.

 
At 4/1/07 10:12 da tarde, Blogger Mocho Falante said...

Ora cá tou eu para de dar uma beijoca e dizer que estou aqui a torcer que tudo corra bem...

E quando alguém te passar À frente no WC não hesites...ATACA!

Beijinhos

 
At 5/1/07 12:04 da manhã, Blogger greentea said...

gosto de te ver bem disposta e humorada, imaginando-te a comer Caldeirada alegre e expraiada nos mares de S Tomé e Principe, na Roça do João...
Deve ser esse dito arroz sisudo que te faz subir a tensão, talvez lhe deitem da água desse bendito jarro, nunca se sabe.

Mas pelo menos "Faz o favor de seres feliz" apesar dos pequenos senaos, da vista da clausura e das ordens das marechalas, do reunir na parada...
Está quase a tocar a recolher e não tarda estás de volta a casa, bem acompanhada com um sorriso de orelha a orelha
Beijokas grandes!

 
At 5/1/07 9:29 da manhã, Blogger Lizita said...

Companheira, dentro de pouco tempo vou estar na mesma situaçao... A minha cegonha esta prevista para meios de Fevereiro. Força ai e nao desanimes... Pensa que dentro em breve teres o teu bebé nos teus braços!

 
At 5/1/07 10:26 da manhã, Blogger CLS said...

Isso q estás a passar é um grande frete mas é por uma óptima causa. E quando tiveres essa "causa" nos braços, aí é q te vais sentir nas águas quentinhas de Paraty ou do melhor paraíso do mundo. E tudo valerá a pena!
Beijinhos

 
At 5/1/07 11:03 da manhã, Blogger MARTA said...

Olá, seria um prazer fazer-te uma visita...
Mas neste momento, por motivos vários, não posso sair da Invicta.
Vou ficar a "torcer" para que tudo corra bem e ansiosa para conhecer a cara do Miguel.
Beijos e abraços
Marta

 
At 5/1/07 1:09 da tarde, Blogger chuvamiudinha said...

Querida! Ainda estou com neura pós-festas, mas vim ver se havia novidades! Que pena estares no cativeiro, força que vai correr tudo bem. Beijinhos e vai dando notícias sempre que possível, gosto muito de ti.

 
At 5/1/07 2:10 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

Minha querida,

Que tal correram os exames?
Está tudo bem?
Que tal a visita de ambulância pela cidade?
E os tais carapaus estavam como?

Muitas beijoquinhas.

PS-A C_mim ten razão. É uma aventura passar por aquelas portas.
A mim iam-me entalando toda(sou mais gorda).

 
At 5/1/07 3:29 da tarde, Blogger Fora Das Mãos said...

Querida 125 azul, espero que o cativeiro termine rapidamente para poderes respirar melhoe e espelhar toda a felicidade que o piqueno traz à vossa vida.bj

 
At 5/1/07 4:16 da tarde, Blogger Teresa said...

A CK mandou e eu que sou bem mandada vim!!! Não me conheces de lado nenhum masa resolvi vir aqui desejar-te as melhoras e uma dose extra de paciência especialmente para vizinhas de olhos rasgados !!! Beijinhos

 
At 5/1/07 5:24 da tarde, Blogger pitanga said...

Pensei em dizer tantas coisas quando entrei aqui: que numa sala de hipertensas não se pode ver Floribela, que no banho à Cleópatra faltou o leite de cabra, que esse arroz alegre deve ter sido feito pela chinesa ao lado...mas só me ocorre dizer: UM BEIJO AZULINHA, CHEIO DE CARINHO E BONS FULÍDOS.

 
At 5/1/07 5:25 da tarde, Blogger pitanga said...

Olha pede ao Sr. Azulão que conserte o FLUÍDOS.

 
At 5/1/07 6:11 da tarde, Blogger Laura Lara said...

Um grande beijinho, Azulita.

 
At 5/1/07 7:36 da tarde, Blogger Meia Lua said...

Minha querida 125_azul... Em primeiro lugar espero que o teu Natal, mesmo sob estas circunstâncias tenha sido o melhor possível... afinal o tempo é de espera e sabes que mais um bocadinho e verás o ser lindo que fizeste crescer dentro de ti... Depois desejo-te um ano Espetacular em todos os sentidos. Saúde, Família, Amor... pilares básicos da nossa vida e pelos quais vivemos cada dia mesmo que seja em sacrifício... E ainda quero dizer que mesmo assim, no hospital e com cuidados especiais, escreves a tua rotina cheia de graça! Fazes deste teu dia um acontecimento e a felicidade é isto... mesmo quando os momentos não são os melhores... saber e fazer rir deles... Vais melhorar e vai ser rápido! Eu aqui torço e rezo para que tudo corra MUITO BEM e que o teu baby venha cheinho de vida e beleza, assim como a sua mãe.
Girassóis são também as minhas flores preferidas!!! Ofereço-te um grande ramo ***

 
At 5/1/07 7:42 da tarde, Blogger André Carvalho said...

Beijinhos, pensamento positivo e... força. :)

 
At 5/1/07 9:36 da tarde, Blogger calamity jane said...

Beijos, beijos, beijos!
E que bela grávida!!! Mantém-te assim durante o tempo q for preciso, pró rei Miguel sair cá pra fora na hora certa. Nós cá fora aguardamos, a fazer coisas mais ou menos fascinantes. Mas visitas à sogra... hum...
prefiro visitar uma arara azul redondíssima e muito, muito gentil!
até jazzzzzzzz

 
At 5/1/07 10:01 da tarde, Blogger Out of Time said...

O raciocinio deve ser mesmo o "vale a pena quando a alma não é pequena". Um sacrificio por um bem maior.
Beijos e um rápido regresso ao conforto do lar.

 
At 5/1/07 11:31 da tarde, Blogger vih said...

"Após o tremor de terra que destruíra três quartos de Lisboa os sábios do país coagitaram em que o meio mais eficaz para prevenir a ruína total da cidade consistia em dar ao povo um rico auto de fé. Fora decidido pella Universidade de coimbra que o espectáculo de várias pessoas queimadas a fogo lento, com grande ceremonial, era um feitiço infalível para impedir a terra de tremer."
Isto é só para te animar de que todos temos em nós um Cândido que quer acreditar no melhor dos mundos mesmo quando tudo corre mal.
Desejo tudo de bom....Voltaire

 
At 6/1/07 2:18 da tarde, Blogger Pitucha said...

Espero que estejas bem-disposta, a pensar que, logo-logo, tudo isto será uma história para contra e recordar.
Beijos e, quem sabe, a gente se cruza num próximo jantar...
;-)

 
At 21/1/07 5:21 da tarde, Anonymous Anónimo said...

http://tramadol-best5.blogspot.com/
Dont forget!

 
At 13/2/07 1:49 da tarde, Anonymous anag said...

a vida mede-se em emoçoes, é verdade. e o meu coração está tão cansado e tem tanta vontade de acreditar seja no que for. mas há coisas em que acredita sem peso. o amor doa amigos. as saudades. muitas

 

Enviar um comentário

<< Home