sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Os dias passam a correr

Passaram tão depressa que o Beto querido já fez ontem aniversário outra vez! Para ele, Vovô muito amado de todas as crianças da família (mesmo da família emprestada), as aventuras dos 3 netinhos portugueses, em post curto e dedicado.

Para Beto:
Ana perde horas escolhendo, combinando, descombinando, trocando de sapatos, de penteado, passando gloss. Toda esta superprodução só para ir à Escola. Ontem estava toda gatinha, estava mesmo, não é corujice. Uma "amiga" chegou perto e disse: estás tão gira, só não gosto nada desse cinto, não combina! E ela, com aquele sorriso doce que você conhece, respondeu:"Estás a dar-me a tua opinião? Olha, não dês que eu não pedi. Guarda-a para ti que pode vir a fazer falta. Opiniões são coisas valiosas, não as desperdices com quem não as pedir...
Depois dos primeiros passinhos, Migas descobriu a voz "Pato Donald". Sabe aqueles ruídos roucos e ininteligíveis do Donald? Migas começou ontem a fazer e ninguém entende nadinha...
Inês anda doida a tentar perceber porque umas palvras de escrevem com ch, outras com x; implica com s e z, com ss, ç...
Mãe quem inventou as letras? Os crescidos, não foi?
Sim querida, os adultos é que inventaram quase tudo o que há no mundo.
Já sabia! Mania que vocês têm de complicar! Se é tudo com o mesmo som, porque não se escreve tudo igual? Como é que vou conseguir descobrir quando é x ou ch? Tu consegues, mãe? Qual é o truque, diz lá?



Tudo isto no seu dia. De presente para você, Beto querido!

Etiquetas:

13 Comments:

At 8/2/08 12:39 da tarde, Blogger calamity jane said...

Diz à Inês que o truque é topar como fica mais bonito. Pelo menos, foi esse que eu usei sempre e tem dado resultado...

 
At 8/2/08 3:52 da tarde, Blogger _+*A.Elite in Paris & Montpellier*+_ said...

Parabéns a ele :)

Bom final de semana!

Beijo meu,

A Elite

 
At 8/2/08 6:36 da tarde, Blogger greentea said...

não sei qual é o truque , ainda hoje tenho dificuldades e em criança me perguntava muitas vezes porque certas coisas se chamavam assim , como cadeira, mesa, livro , pasta ... diziam que vem do latim e voltava a insistir porque é que no latim era assim e nunca me conseguiram elucidar ...

Estás melhor é o importante e até ao dia 14 pões-te fina. Aqui em casa alguém me estava a desafiar se queria ir ao concerto do Aznavour... não sei não ...


beijinhos

 
At 8/2/08 7:04 da tarde, Blogger AEnima said...

A Inês tem mente de artista... não há dúvida. Vamos lá lutar pelo fim das convenções Inês? Vale sempre a pena mudar :)

Quando ao Amílcar, ainda não vai ser hoje que estou com ele. Sabes, no Carnaval, o frio pode mais que o brio... e deixou-me febril e afónica até hoje. A culpa é minha que fui toda vaidosa com um sari de indiana e mil colares e pulseiras, à chuva e ao vento, esquecendo que na terra deles é sempre verão! Já combinamos para amanhã :)

Beijinhoooooooooooo

 
At 8/2/08 9:07 da tarde, Blogger Tongzhi said...

Esses "sons" são tramados. Há umas mnemónicas que surtem algum efeito!!!

 
At 8/2/08 11:03 da tarde, Blogger Girafa cor de rosa said...

A Mafaldinha sempre se aplicou a todas as situações da nossa vida:)) está o máximo, parabéns ao avô que deve ter netos babados. bj e bom fim de semana.

 
At 8/2/08 11:17 da tarde, Blogger Su said...

Estou preocupada Sra. Dra., é que sou consideravelmnte mais velha que a Inês e continuo a ter a mesma dificuldade que ela, bolas os tugas são complicados até na escrita! Nunca mais "descomplicamos" as coisas simples pá!
Cum caneco!
Fui!
Bjs pra eles e pa ti.

 
At 9/2/08 12:03 da manhã, Anonymous Migas Pai said...

Parabens igualmente para quem escreve assim.

Lindo!

Beto deve ter babado demais.

Bj

 
At 9/2/08 1:09 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Querida,
muito obrigado pelo mimo. Adorei os perfis dos pequenos.
Diga a Ana que, embora eu não tivesse visto, tenho certeza que o cinto combinava, pois foi o que ela escolheu. Nessa história, acho que quem não combinava era a "amiga".
A Inez diga que esse grande problema com o qual ela trava uma corajosa batalha, se resolverá apenas com o tempo. Até lá, diga-lhe para sempre escrever como acha que deva ser, pois, mãe e professora é que tem obrigação de escrever certo. Com o tempo, antes de se tornar mãe ou professora, essas dúvidas acabarão e outras tão sérias quanto aparecerão, mas, pelo menos serão novidades....
Ao Migas diga apenas quá quá quá, que ele saberá exatamente o que eu quiz dizer.

Com muito amor e carinho,

Vô Beto.

 
At 9/2/08 1:23 da manhã, Blogger Angela said...

Querida 125 azulinha

Muito linda esta tua homenagem ao vô de todos!
E depois vai dizer que não escreve bem!
Não vou dar os recados pois o Beto já os fez na melhor! mas diga à Ana que estou aprendendo, só agora, a ser como ela e a dizer, na tampa, o que nos vem às idéias, principalmente para pessoas metidas deste jeito! Ah! eu me divirto com a Inês e me encanto com o Migas, mais admiro e babo com a Manana!

 
At 10/2/08 7:55 da tarde, Blogger Hindy said...

Passo só para deixar um olá hindyado! A vida tem-me afastado da net...

 
At 11/2/08 3:19 da manhã, Blogger Pitanga Doce! said...

OLá!

Teu blog é muito lindooo...e muitas vezes me energiza e me inspira.

Abraços!

P.S.: SE quiser conhecer o meu cantinho, será muito bem-vinda.

http://vermelhopitanga.blogspot.com/

 
At 11/2/08 4:22 da manhã, Anonymous Migas Pai said...

... teu azulinho, só agora papou!

Dizias que não dormiria tanto, pois bem me enganaram.

São 4h e 21min!

Agora vou óónar poucas horitas.

bjs e dia feliz!

 

Enviar um comentário

<< Home