quarta-feira, setembro 26, 2007

Umoja


Há um feudo feminino no Quénia, onde as mulheres são donas do seu destino e os homens só entram se forem convidados e apenas na condição de parceiros amorosos. É uma pequena aldeia, fundada há 17 anos por um grupo de 15 mulheres estigmatizadas pela violação sexual e liderado por Rebecca Samaria Lolosoli.


Estas mulheres travaram uma dura luta com o governo britânico por terem sido violadas por soldados ingleses nos anos 80 e 90, exibindo como provas os seus filhos mestiços. Receberam indemnizações, mas foram repudiadas por maridos e família.


Juntaram-se et voilá Umoja!


Saibam mais em http://www.samburuconcil.co.uk/ ou entrem em contacto com Rebecca em paranlolo@africaonline.co.ke




Cá entre nós, com o mundo a povoar-se de Bushs, Sócrates, Pintos da Costa e aquele anormal do presidente do Irão, um dia destes imigro. E sei direitinho para onde vou... até posso levar o meu parceiro amoroso e tudo! Ah, o mundo pode ser perfeito, às vezes.

Etiquetas:

23 Comments:

At 26/9/07 9:12 da manhã, Blogger Melões Melodia said...

e ate podes vestir umas roupas giras e tudo!
beijos

 
At 26/9/07 11:09 da manhã, Blogger calamity jane said...

Oh pá, tb quero ir. Não querendo dar aqui ares de feminista primária acredito sinceramente que o mundo seria um lugar melhor para se viver se houvesse mais mulheres à frente dos governos. Talvez até deixasse de os haver, aos governos, na acepção actual do termo. Passariam simplesmente a ser outra coisa. Umoja, aqui vou eeeeuuuuuu!!!!!

 
At 26/9/07 11:11 da manhã, Blogger Mãe do Outro Mundo said...

É que ele há dias, que uma gaija acorda, lê estas coisas e pensa: "Até pode ser que este mundo tenha salvação..."

 
At 26/9/07 11:24 da manhã, Blogger Nocas Verde said...

Vou finjir que sou advogada do diabo!

E os filhos-homens?

Abandonamo-los? Criamos os machos até terem idade para se "desenvencilharem" e depois reduzimo-los ao papel de "parceiros sexuais"

Desculpa lá este desabafo verde!

 
At 26/9/07 12:14 da tarde, Blogger Mónica Lice said...

Ainda é também um pouco assim no seio dos Bijagós - na Guiné-Bissau!

Beijinhos.

 
At 26/9/07 12:29 da tarde, Blogger 125_azul said...

Nocas, os filhos-homens, criados na aldeia, vão para a escola e tem um futuro melhor que os educados noutros lugares do Quénia, onde mal frequentam a escola e são remetidos para o pastoreio e para a agricultura, lá colocados pelos pais-homens. Continuam na comunidade até quererem , casam com quem quiserem e são muito mais livres que os outros, cujo acesso à educação é frequentemente negado e "alinham" em casamentos arranjados à nascença. Beijinhos

 
At 26/9/07 1:23 da tarde, Blogger Nocas Verde said...

OK!

Aqui me retrato!
É que "penso eu de que" alguma culpa do estado das coisas poderá ser da maneira como as mães educam os filhos homens... sei que é uma frase redutora, sei que as coisas não são lineares assim... mas ajudará, não?

E a vida deste lado não deverá ser mulheres de um lado e homens do outro, porque somos parte desta coisa...

Ainda assim e, por causa disso, viva as corajosas! estas e as outras que não se vêem, mas que nos ensinam o que é, como é, e como dever ser MULHER!

 
At 26/9/07 1:28 da tarde, Blogger greentea said...

ía já para lá - com o meu par amoroso, a minha filha e o meu cão.

decerto estaria bem mais tranquila.Obrigada pela informação.

beijinhos

 
At 26/9/07 1:51 da tarde, Blogger MARTA said...

Também acho que estaria mais tranquila...
Principalmente hoje que sofri uma nova desilusão com o meu par amoroso...
Enfim...
Obrigada pela visita - um beijo especial para o Miguel e um xi para ti.
Beijos e abraços
Marta

 
At 26/9/07 3:29 da tarde, Anonymous alguém said...

também nao sera necessário sair assim do país podemos sempre formar uma nova comunidade algures por ai :D

 
At 26/9/07 4:08 da tarde, Blogger 125_azul said...

Nasha, eu queria comentar os teus lindos frascos de doce e fazer encomendas, mas o sapo zangou-se comigo outra vez...

 
At 26/9/07 4:59 da tarde, Blogger Melões Melodia said...

pois aqui vai uma opiniao sincera sobre o assunto
Um dia que as mulheres tenham os mesmo direitos dos homens e nao sejam repremidas em relacao a eles, deixarao de ser melhores do que eles porque nao tem nada a provar. Deixar-se-ao cair na mesma preguica, incompetencia e estupidez. Depois virao outros grupos oprimidos que lutam pela igualdade, como gays, mas estarao condenados ao mesmo, ate que mais nao restara do que um grupo de gente muito homogenea na sua incompetencia e estupidez.

Beijos

ps - sem com isto querer dizer que nao reconheco o direito da igualdade.

 
At 26/9/07 5:40 da tarde, Blogger C_mim said...

Do que eu gostei mais deste post foi a reacção das mulheres, que partiram de uma posição de grande fragilidade para tomarem pulso ao seu próprio destino...e conseguiram

O melões no seu último post tb teve bem sim senhor

 
At 26/9/07 5:41 da tarde, Anonymous alguém said...

entao mas ainda outro dia conseguiste...
olha pronto comenta aqui que eu depois venho cá ver :D

 
At 26/9/07 8:43 da tarde, Blogger Pitanga said...

Então foi lá que inventaram o Clube das Mulheres, onde os homens são meros objetos sexuais?
Bom, muito bom!!

Ah, não fales mal do Sr. Pinto da Costa que ele é sério e tem um "Dragom".

 
At 26/9/07 10:47 da tarde, Blogger Hindy said...

Ah, grandes mulheres!

Beijinho hindyado

 
At 27/9/07 1:03 da manhã, Blogger Nani said...

E deixam lá ficar qualquer uma??? hummm ... tentador

 
At 27/9/07 1:46 da manhã, Blogger Luisa Hingá said...

E eu deixo o link correcto:

http://www.samburucouncil.com/

Nós, as mulheres somos as Maiores.

 
At 27/9/07 7:55 da manhã, Blogger Angela said...

Engraçado saber disto. Estive no Quênia a mais de 30 anos e o que me ficou foi a certeza de jamais voltar a por os pés naquele lugar! Nunca vi tanta miséria e opressão, tanta desigualdade e violência.
Será que mudou! deus queira!

 
At 27/9/07 8:27 da manhã, Blogger Pitucha said...

Que post interessante! Vou contigo.
Beijos

 
At 27/9/07 8:31 da manhã, Blogger neva said...

há realmente vidas difíceis. é fantástico ver como mesmo com razões para detestar o mundo estas mulheres lutam pela sua felicidade

 
At 27/9/07 10:12 da manhã, Blogger Um Momento said...

Dás boleia??
É que tarda nada já nem temos para onde ir:)))

Dia lindo
(*)

 
At 27/9/07 8:33 da tarde, Blogger Miudaaa said...

Rendo-me. Fico rendida a gente que luta pelo seu lugar ao SOL, custe o que custar.
:-)
miudaaa, esteve aqui

 

Enviar um comentário

<< Home