quinta-feira, abril 20, 2006

Boneca de Sal


Uma Boneca de sal percorreu milhares de kilometros em busca do mar, que queria muito conhecer.

Atravessou montes e vales, desertos e florestas, em busca da maravilha sonhada, mil vezes descrita e nunca vislumbrada.

Finalmente encontrou-o. Olhou deslumbrada aquela massa imensa que se aproximava e recuava de perto de si e perguntou:

"Quem és tu?"

O mar respondeu:

"Entra e descobrirás!"

Então a boneca...

Imagina que és a Boneca. O que farias? Responde o que primeiro te ocorrer, sem censura. Este é o trecho inicial de um poema árabe. Publico o final nos comentários do post de amanhã. Não importa acertar, interessa apenas saber que atitude tu tomarias...

16 Comments:

At 20/4/06 8:25 da manhã, Blogger Pitucha said...

"A boneca entrou e fundiu-se com o mar. abraçaram-se, entrelaçaram-se num sentimento tão profundo que ficaram num só. E hoje o mar salgado é o fruto desse amor!"
Tu disseste a primeira coisa que viesse à cabeça! Confesso que a minha cabeça por vezes é kitsch...
Beijos

 
At 20/4/06 9:15 da manhã, Blogger Silver said...

pois eu cá também entrava.
Bjinhes

 
At 20/4/06 9:40 da manhã, Blogger Carlota said...

Então a boneca, que não costumava dar confiança a desconhecidos, deu um passo atrás e, antes de se voltar e ir embora, tirou uma fotografia ao mar.

Era isto que eu faria se fosse a boneca! Onde é que já se viu tanta intimidade com desconhecidos?... :D
Beijola

 
At 20/4/06 10:15 da manhã, Blogger SIPO said...

Então a boneca descobriu que o seu sal afinal pode ter todas as cores do peixe palhaço, viajar pelas ondas e povoar conchas e búzios ... se fosse a bobneca de sal entrava no mar claro!

 
At 20/4/06 12:35 da tarde, Blogger planaltobie said...

...disse: Vamos negociar?
-Negociar o quê?...Entra, filha, entra!
A boneca desejava-o mas queria algo em troca. Então, propôs à enorme água: Eu entro mas a partir d`hoje passas a saber a sal. Que tal? ...Assim existirei sempre e de certo modo em todo o lado onde estiveres. Nisto o mar, com uma onda apanha a boneca.
Todas as teorias, estórias, lendas... sobre a água salgada do mar são puras invenções. A própria agitação, marés e inconstâncias dos oceanos não passam de rabugices, pois deve-se negociar sempre, mesmo com as pequenas.

 
At 20/4/06 1:44 da tarde, Blogger C_mim said...

Engraçado... Fizerem-me esta mesma pergunta há 1 ano.

 
At 20/4/06 3:27 da tarde, Blogger cuco said...

...mergulhou no mar num "abraço eterno"!

 
At 20/4/06 4:34 da tarde, Blogger papoilasaltitante said...

... entrou no mar e tornou-se no símbolo das Lágrimas de Portugal...como dizia o Poeta!!
Bjs

 
At 20/4/06 9:06 da tarde, Blogger The City Lights said...

A boneca entrou a medo, e aos poucos foi dislumbrando e apercebendo-se de que aquela era a beleza suprema,pois era um mundo protegido, aparentemente, perigoso aparentemente mas acima de tudo....belo......e se a boneca souber respeitar tudo o que a rodeia nunca mais irá sair de la!

O bacci 125!

 
At 20/4/06 9:20 da tarde, Blogger Sinapse said...

se eu, como boneca de sal, tivesse consciência de ser de sal e soubesse o que isso implicava, não entraria
racionalizaria, pensaria nas consequências, o medo da 'morte' (dissolve-se o sal na água) sempre presente

conclusão: ignorance is bliss

 
At 20/4/06 10:55 da tarde, Blogger CN said...

dust to dust...
a boneca entrou, lentamente, sentiu a água subir pelas pernas, ventre, peito, submersa foi caminhando, com os cabelos suspensos pela água, cada vez mais fundo, mais fundo, mais escuro...

 
At 21/4/06 5:49 da manhã, Blogger UrsaM said...

Começando a entrar,ela identifica sua origem e entrega-se à fonte.

 
At 21/4/06 10:37 da manhã, Blogger Folha de Chá said...

Então a boneca, fechou os olhos com muita força e entrou. Inspirou fundo, encheu-se de confiança. Mal a água a cobriu, descobriu um mundo novo, de cidades de música debaixo do mar. De habitantes estranhos mas muito simpáticos. E fechou os olhos, sabia que ia gostar de viver ali. :)

 
At 21/4/06 11:29 da tarde, Blogger rosa carne said...

A boneca entrou... realizou o seu desejo e fundiu-se com o mar...

 
At 22/4/06 10:15 da manhã, Blogger Serenidade said...

Entraria... com toda a confiança. Aquilo não seria a minha morte (enquanto boneca do sal), mas sim o começo de uma nova vida...

Gostei de passar por cá...

Bom fim de semana.

 
At 25/4/06 1:13 da manhã, Anonymous Ni said...

...então a boneca entrou e percebeu que tinha chegado ao seu mundo,ali sim era a sua casa.
Tantos amiguinhos para brincar...

 

Enviar um comentário

<< Home