sexta-feira, março 24, 2006

Amores impossíveis (3)


Querido, 16 homicídios! Nunca mais sais da cadeia.
Contigo a dar-me força, vou conseguir. Recorro, bom comportamento...
Mas tu mataste 16 pessoas. Por muito bom comportamento que tenhas...
Perdão, querida. Desculpa mas estás enganada. Eu não matei ninguém.
Como não mataste ninguém? Estás a dizer que foste acusado injustamente? O juiz, as provas! Era a tua arma, havia digitais, várias testemunhas para algumas das mortes. E dizes que não mataste ninguém?!
Juro querida. Não matei ninguém.
Eu sabia, meu amor. Sabia que eras inocente. O meu coração sentia, apesar de tudo. Vamos lutar, vamos provar. Mas 16, querido, tu foste condenado por 16 homicídios!
Eu nunca matei ninguém!
Mas a arma, a arma era tua. E as testemunhas...
Sim. A arma era minha, eu estava lá e dei os tiros. Mas eu não matei ninguém. Eu só dei os tiros. Quem mata, querida, é Deus.

Baseado no depoimento verídico de Wladimi, codinome Pedrinho, que me ensinou que, se Deus não quiser, ninguém morre. Mesmo que alguém tenha dado os tiros.

22 Comments:

At 24/3/06 1:18 da tarde, Anonymous melguinha said...

Prefiro não comentar para não haver mal-entendidos.

E a minha querida, como está hoje?

Por favor vá a C_mim.
Tem lá coisas muito interessantes.

Beijocas.

 
At 24/3/06 1:33 da tarde, Blogger Tongzhi said...

EStá bem visto, não há duvida!
Contudo, essa estratégia não pega ;)

 
At 24/3/06 4:31 da tarde, Blogger rosa carne said...

Pois eu nessa história não caía...
Bom fim de semana!

 
At 24/3/06 4:54 da tarde, Blogger C_mim said...

Tem a certeza que o fulano era homicida?

Não era politiqueiro?

 
At 24/3/06 5:27 da tarde, Anonymous melguinha said...

Mas que marota C_mim.

Vou até ao seu blog.

 
At 24/3/06 5:34 da tarde, Anonymous melguinha said...

A minha querida dá permissão para falarmos de si à nossa nova amiguinha brasileira?

Acho que gostariam de falar as duas.

Beijinhos.

 
At 24/3/06 5:43 da tarde, Blogger Folha de Chá said...

Pobrezinho dele. Ele até nem tinhas culpa, nem nada. A culpa é sempre de outrém. No caso dele, remeteu-a a Deus. Que fácil, huh?

[Espero que o fim-de-semana traga boas e rápidas recuperações. :) Muitos miminhos fortes.]

 
At 24/3/06 6:09 da tarde, Blogger 125_azul said...

Obriada a quem mima e cuida, de longe ou de perto. Melguinha e c-mim, falem com a amiguinha, divirtam-se e atrevam-se, vem aí o fim de semana.
Eu, se me aguentar nas pernas, vou por um vestido bonito e vou com o meu amor ao aniversário de uma vip que vai sair na caras, na flash e não sei onde mais...espero que a comida seja boa e ela se sinta feliz, porque é boa pessoa e merece. E não comprem a caras e afins, se esperam ver-me por lá... não sou vip, não há chance de foto!
Se comprarem, que seja só pelos apontamentos culturais

 
At 24/3/06 6:19 da tarde, Anonymous melguinha said...

Olhe querida(é assim que as vips falam) apontamentos culturais naquelas revistas é de eu me torcer de tanto rir.
E sabe que eu sou doutorada por causa da minha querida barriguda.

Também espero que a comida não sejam só croquetes e, mesmo assim ponha~se a pau pois agora já é costume levar tupperwares para trazer comida para casa(antigamente ia nos bolsos e nas malas).

De qualquer forma, por um vestido bonito e sair com o seu amor, já vale a pena. E claro que se vai aguentar nas pernas ou não fosse a querida a S.D.D.M..

Um abraço muito apertadinho.

 
At 24/3/06 6:27 da tarde, Blogger Kiki said...

Só para te dizer que ri-me que nem uma parva com o teu comentário no kami hoje...A-D-O-R-E-I :)

Muitos beijinhos e bom fim de semana

 
At 24/3/06 6:34 da tarde, Blogger a lice said...

Beijinhos grandes e um bom fim-de-semana!:)

 
At 24/3/06 6:34 da tarde, Anonymous melguinha said...

Olhe rica já tinha visto o post que fala em C-mim. Que coisa gira.

Claro que não sei como se faz, mas também é coisa para que não tenho jeito nenhum.

E voltando ao seu comentário, espero mesmo que apareça nalguma revista. É a forma que tenho de a ver com um vestido de gente fina(risos).

 
At 24/3/06 6:38 da tarde, Blogger a lice said...

Só há pouco tempo é que consegui ouvir a música do teu blog! É lindíssima!:)

É de quem?

 
At 24/3/06 6:41 da tarde, Anonymous melguinha said...

Rica, essa do engenheiro hidráulico de olhos verdes e voz mansa, tem direitos de autor.

Toda a gente fala na música. Já que não consigo ouvir, ao menos diga-me qual é.

Beijinhos.

 
At 24/3/06 10:02 da tarde, Blogger 125_azul said...

A-lice e melguinha, a música é do Toquinho, creio que se chama Saudades de Elisete. Foi arte de c-mim que volta e meia troca o fundo musical e que tem um gosto fantástico.

 
At 24/3/06 10:17 da tarde, Blogger 125_azul said...

Correcção: Quem canta é Toquinho, letra de Vinícius de Moraes e Chama-se Carta ao Tom 74.
Saudades de Elisete é outra, homenagem à estrela da rádio Elisete Cardoso.
A letra está nos comentários de hoje de www.c_mim.blogspot.com

 
At 24/3/06 10:19 da tarde, Blogger C_mim said...

O sôdona arara azul estou à espera de uma lista, via mail, de músicas que gostasse para o DJ Buga e Mestre Quim colocarem no seu bilogue

 
At 24/3/06 10:25 da tarde, Blogger C_mim said...

E também o texto de homenagem para a Vitamina T.

Tenho de lá ir para a semana dar as explicações...

 
At 24/3/06 10:48 da tarde, Anonymous melguinha said...

Então querida, já foi deitar?

As melhoras, sonhos lindos e até amanhã.

Muitos beijinhos doces.

 
At 25/3/06 1:00 da manhã, Anonymous Com said...

Olá!
Belo texto! Caso casuais...mais que marcam...
A vida é uma divina surpresa e uma eterna mágica . Estamos todos os dias descobrindo, começando e terminando alguma coisa.
A vida é finita... A vivência é infinita...Eu também concordo com o que diz o depoimento, se Deus dá só ele pode tira não é mesmo?

Bom, espero voltar!
dei um beijo na Melguinha, ela me fez chegar até aqui.

Com carinho....
bom final de semana!

 
At 25/3/06 6:17 da manhã, Anonymous Ursa said...

Aí tem parceria divina, ora se tem! E o moço é um mensageiro aplicado. Vemos casos em que não dá pra entender como a pessoa sobrevive! Não devia ser seu dia!

mas não dá pra negar que ele escolheu ser este mensageiro não é?

Só tem uma coisa interessante, o amor da moça faz ela crer que ele é inocente e que será libertado. Acho que é o caso mais impossível até agora. Mais que o caso da lesminha com a fita gomada!

 
At 25/3/06 1:58 da tarde, Anonymous melguinha said...

Boa tarde.

Como está hoje a minha querida?

Já viu que tem uma amiguinha nova(e brasileira)?

Beijinhos.

 

Enviar um comentário

<< Home