domingo, maio 14, 2006

Dia das Mães no Hemisfério Sul


Hoje é Dia das Mães no Hemisfério Sul e este post é para as mães de lá, principalmente para as que eu conheço e moram no meu coração.

Ângela, Fábia e Anna (quase, quase), Carmen, Fernanda, Eliana, Kris, Marina. E a minha própria mãe, que este ano está lá e que tem sempre direito a duas comemorações por ter um filho em cada hemisfério.

Quando tinha 9 anos, a Ana fez uma composição na Escola. O tema era "A minha Mãe" e era para oferecer às mães no respectivo Dia. É a transcrição da redacção da Ana que ofereço hoje a todas as mães que desejarem sorrir.

A Minha Mãe

A minha mãe é excêntrica. Ela tinha cabelos de princesa e rapou a cabeça, agora eu sou a única filha da Escola que tem uma mãe careca. Eu acho giro, mas os outros meninos estão sempre a gozar. A mãe diz para eu não ligar, porque o que importa é o que está dentro da cabeça e o nosso cabelo não é como o das bonecas, volta a crescer um dia.

Ela também acha que foi girafa noutra vida e quando vamos ao Zoo ela fica a ver as irmãs dela e já temos mais de 300 fotografias de girafas, mas a mãe tira sempre mais.

Nós temos uma carrinha, que é a Antónia e a mãe diz que nós 4 (é a carrinha, a mãe, a minha irmã e eu, às vezes a vovó tambem, mas aí já somos 5) somos uma equipa imbatível. Ela diz vamos viver mais uma grande aventura e eu já sei que vai ser mais um dia de bagunça. Como naquele dia que íamos para a praia em Carcavelos mas quando lá chegámos estava nublado e a mãe disse vamos procurar o sol e acabámos na praia em Albufeira, que era onde havia sol.

A mãe vai comigo e com a mana ao Brasil e já foi a guiar até Marrocos e até à Disney a Paris, só ela e nós e isso é que foi mesmo uma grande aventura, porque era os meus anos e o Mickey cantou-me os parabéns.

Ás vezes vamos á praia dos golfinhos, que é secreta e não vai mais ninguém e nadamos sem biquini, que é o melhor de tudo.

De manhã a mãe faz panquecas e batido de abacate, que é uma coisa verde de aspecto nojento e eu nunca queria provar, mas a mãe insistiu muito, ela diz que o abacate faz o intestino funcionar bem e os cocós ficam macios e quando o intestino funciona bem a pele fica bonita e depois um dia eu até posso ser misse, então eu experimentei e a mãe tem razão é mesmo muito bom.

Mas a mãe está sempre a dizer que ela não quer ter razão ela quer é ser feliz, só que ela tem mesmo razão e ela já me explicou que as mães têm quase sempre razão, porque também já foram crianças e já fizeram muitas asneiras.

A mãe é psicóloga e quando tem meninos no consultório á noite quando vai aconchegar faz muitas festinhas e diz que tem tanta pena dos meninos que não têm assim miminhos e nós pedimos juntas ao Papá do Céu para deixar todos os meninos terem miminhos.

Adoro quando a mãe faz bolos e biscoitos e deixa ajudar e quando ela convida as minhas amigas para a festa do pijama ou para o baptizado de uma boneca ou assim, porque a mãe está sempre a inventar festas e às vezes eu até fico cansada.

Mas ela deixa usar chupeta e diz que não faz mal porque ela nunca viu ninguém ir para a faculdade de chupeta e até lá eu vou deixar de querer chupeta, não é preciso brigar agora.

Ás vezes, de repente, a mãe diz chiu, silêncio, sintam, isto é felicidade em estado puro. Nós ficamos quietinhas e a mãe abraça e dá muitos beijinhos.

Eu sei que há outras mães mais calminhas mas mesmo assim eu não queria trocar a minha mãe porque com ela estamos sempre a fazer coisas giras e ela é excêntrica e um bocadinho maluquinha, mas isso é só quando fica com as idéias despenteadas, acho eu.

Por isso eu e a mana achamos que queremos ficar com esta mãe para sempre.

21 Comments:

At 14/5/06 8:54 da tarde, Anonymous Meiguinha said...

Bem, eu também quero ficar com esta mãe para sempre.

As suas princesas são o máximo.

Claro que me estou a rir embora já conheça parte da história.

Beijinhos para a mãe excêntrica com ideias despenteadas.

 
At 14/5/06 9:00 da tarde, Anonymous Meiguinha said...

E já estava pensando que os seua amigos noivos eram de etnia cigana.

É que a boda dura 3 dias e a arara nunca mais aparecia.

 
At 14/5/06 10:48 da tarde, Blogger Carlota said...

Obrigada pela redacção!
Hoje também foi Dia da Mãe na Bélgica, que por acaso de hemisfério sul não tem nada... mas pronto!
Beijola.

 
At 14/5/06 10:55 da tarde, Blogger Pitucha said...

Uma verdadeira super mãe!
Beijos

 
At 14/5/06 10:55 da tarde, Blogger Fábia S said...

Nossa incrível este texto! Tomara que eu também consiga me importar menos com as coisas chatas e lembrar de ter toda a liberdade com meu filho e lembrar a ele como é boa a nossa vida e celebrar sempre. Muito emocionante. Obrigada pela homenagem e feliz dia da Mãe para ti também porque mãe não tem descanso, e todo santo dia é dia de mãe. Um beijo.

 
At 14/5/06 10:57 da tarde, Anonymous Dra.Daniela Mann said...

Que post tão lindo!
Gostei mesmo muito!
Beijinhos da Dani

 
At 14/5/06 11:33 da tarde, Blogger Out of Time said...

Com composições destas para qê comprar livros.

 
At 15/5/06 12:06 da manhã, Blogger a lice said...

Lindo... como só tu sabes escrever!:)

Beijinhos e uma boa semana!:)

 
At 15/5/06 2:17 da manhã, Blogger Fora Das Mãos said...

apetece reler:)

 
At 15/5/06 6:16 da manhã, Blogger UrsaM said...

Acabei de ler rindo e com os olhos marejados.
Esta Ana!
Que coisa mais linda esta mãe e esta filha, uma com idéias despenteadas e a outra que ainda não se viu ao espelho!

Obrigada pelo post querida amiga.
O sul agradece e vai levar sua mamãe ao almoço amanhã.

Pensei, como meiguinha, que tivesse sumido!

 
At 15/5/06 9:29 da manhã, Blogger greentea said...

que maravilha de post este e que loucura se todas as mães soubessem fazer desafios destes aos filhos, todos os dias , em cada dia...
Um dia lindo para ti

 
At 15/5/06 10:25 da manhã, Blogger lxexpo said...

a melhor coisa que há são os filhos...

 
At 15/5/06 10:49 da manhã, Blogger The City Lights said...

vim deixar o bacci de novo no activo!!!
;)

boa semana cara amiga

PS: excelente musica

 
At 15/5/06 11:14 da manhã, Blogger Tongzhi said...

Uma ternura esta mãe e esta filha :)
Mas há mais. Há muito a aprender com esta carta.
Beijos

 
At 15/5/06 1:10 da tarde, Blogger C_mim said...

Lindo!!

Seus pingos de gente também já têm as ideias despenteadas como a mãe!!

Quanto a não usar chupeta na universidade... bem... devo confessar que comigo... deixa para lá

 
At 15/5/06 1:32 da tarde, Anonymous Meiguinha said...

Olá Sôdona arara.

Continuo a ler e reler e voltar a ler a composição da Ana e a Furesta Mágica de Inês e fico tão enternecida.

Realmente uma super mãe só poderia ter uns rebentos super amorosos.

Beijinhos.

 
At 15/5/06 2:40 da tarde, Blogger papoilasaltitante said...

Adorei esta carta!!! Nem imaginas como me identifiquei com a carta... também o meu filho me tem dito.. "eu sei que há mães mais calminha mas gosto tanto que sejas assim". Também ele diz que eu sou uma grande maluca, mas que há custa das minhas "maluqueiras" lhe proporciono vivências só nossas!!!...
Essa ideia das ideisa despenteadas ... é brilhante LOOOOOOL.

Viva as mães do mundo inteiro e de todos os Hemisférios!
Beijolas


P. S. - Adoro a música!

 
At 15/5/06 3:43 da tarde, Blogger Mocho Falante said...

está soberbo, mas outra coisa não seria esperar vindo deste poiso magnifico que é o teu

beijocas

 
At 15/5/06 4:06 da tarde, Anonymous c said...

Pois quem não gosta de ter uma mãe assim?

Entretanto apareceu-lhe um pela frente que, além de lhe devolver 3cm de cabelo, a leva a dizer-lhe, reclamando: - Eu não sou tua Mãe!

E eu, filho da sua idade, não me importo mesmo nada (já que a minha está velhinha e quer tudo menos aturar-me).

É tão bom, Linda!

Como testemunha de tudo isto...
Obrigado "Mamã"!!!!

Beijinho a todas as Mães.

 
At 15/5/06 4:39 da tarde, Blogger Folha de Chá said...

Parabéns, Mãmãs. :)

Se eu tivesse uma Mãe assim, também a queria para sempre. E não trocava por nada. Que sorte, Ana. :) Muitos beijinhos.

 
At 15/5/06 5:00 da tarde, Anonymous Meiguinha said...

Minha arara querida, se está on line diga alguma coisinha a esta melga faminta de conversa.

Beijinhos.

 

Enviar um comentário

<< Home