segunda-feira, fevereiro 27, 2006

Verdade ou consequência?


Pensar que ainda ontem te falava de felicidade e de veres as coisas com o teu olhar mais bonito!
A sequência natural era falar de amor: sabes là, onde vendem e compram amor? Encontrei este escrito, entre as coisas que não viste:

"Je vais te faire decouvrir un philtre qui n'est ni une potion, ni une herbe, ni une encantation de sorciére.
C'est ceci: si tu veux être aimé, alors aime!", Seneque

Viste?, afinal era fàcil! Eu bem te dizia...

5 Comments:

At 27/2/06 6:46 da tarde, Anonymous Angela said...

É... há quem pense que vai colher sem antes ter semeado!
Até pode ser, aparentemente, em alguns casos, mas se vamos buscar em algum espaço e tempo... houve a semeadura. Por vezes vemos e pensamos tão curto e rasteiro!

 
At 27/2/06 6:57 da tarde, Anonymous melguinha said...

Querida 125_azul:

Se aí por Paris encontrar o sítio onde se vende amor, por favor traga-me um bocadinho, mesmo que seja caro(depois peço um empréstimo ao banco) já que para vender eu tenho de sobra.

E veja se se lembra que nem todos sabemos bem francês.

E os seus comentários?

 
At 27/2/06 9:41 da tarde, Anonymous melguinha said...

Mas que 2ª feira mais aborrecida!

C_mim está dodói e foi deitar cedo.

A Ângela escreve coisas maravilhosas mas não sei como comentá-las. É tão profunda em tudo o que diz que eu fico sem jeito.

125_azul por onde anda?
Já disse coisas horríveis no blog de c_mim quando afinal o problema
é tecnológico. Desculpe, é o que me faz a sua falta.

 
At 1/3/06 1:30 da manhã, Blogger greentea said...

os outros são o nosso espelho, ie, para que nos amem temos de amar primeiro; aquilo que dermos sernos-à retransmitido en double...
e mais não disse. E é tão fácil

 
At 1/3/06 12:58 da tarde, Anonymous melguinha said...

Desculpe, mas a vizinha de cima mora em que planeta?

Cá na Terra não me parece que as coisas sejam bem assim.

 

Enviar um comentário

<< Home