sexta-feira, agosto 18, 2006

Qué? Ahhhn!!!


O ônibus ia do Cosme Velho para o Leblon, vindo lá do Largo do Machado.

Entrou uma senhora que se sentou ao lado da comadre. Oi p'ra cá, oi p'ra lá, tudo bem?, tudo bom e tal.

Às tantas a senhora mais nova (mais de 45, calculo) comenta com a mais velha (uns 60):

"Você sabe que eu sempre me atolo com esse negócio de falar algumas palavras que são difíceis demais na nossa língua! Por exemplo, eu nunca sei se é "pobrema" ou "probrema"!

Com a sabedoria que os anos conferem, a outra senhora explicou:

"Os dois pode estar certo! Tem é que saber usar. Vou te explicar para você não se atrapalhar mais:

Pobrema é quando não é nada muito importante, por exemplo, tua filha tá indo mal na Escola, você descobre que teu filho é bicha, tua patroa vai encher teu saco porque você quebrou aquele copo que ela gosta, coisas assim. Chateia, mas dá p'ra resolver.

Agora probrema é quando é ruim p'ra valer: você descobre que teu marido tem câncer, tua filha embarrigou e não sabe quem é o pai do neném, tua patroa despede você sem pagar seus direitos e não quer dar referência. Se fôr o caso de teu marido ser brocha, aí depende se você faz questão ou não: se faz, é probrema, se não faz, é pobrema! Entendeu?

Ahhhhn! E eu que costumava fazer esta viagem sempre de táxi...

Para a minha Dinda querida, poque bateu uma saudade daquele cappuccino na Argumento do Leblon ...

Saudade é pobrema ou probrema?

20 Comments:

At 18/8/06 10:21 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

E a sôdona arara que tem muitos conhecimentos, explique-me por favor se todas as coisas "boas" que normalmente acontecem na minha vida, são pobremas ou probremas?

Beijoca grande.

 
At 18/8/06 10:21 da tarde, Blogger Hindy said...

Saudade é pobrema e probrema... é algo que dói cá dentro!
Beijinhos :o)

 
At 18/8/06 10:38 da tarde, Blogger 125_azul said...

Pobremas, Melguinha. Ainda vai dando prara resolver, é pobrema!
Probrema é quando já não dá para resolver (como o marido "brocha", se a gente gosta...)
beijinhos, lindos os seus posts de ontem e hoje!

 
At 18/8/06 10:54 da tarde, Blogger Mãe do Outro Mundo said...

Saudade pode ser as 2 coisas depende do que se tem saudade...

 
At 19/8/06 1:26 da manhã, Blogger Fora Das Mãos said...

Saudade é também um nome muito bonito, quando à outra saudade... pode ser um querer próximo do coração, que gostaria de ter o dom da ubiquidade,para poder viajar até aos bons momentos que associamos às lembranças. BJ

 
At 19/8/06 1:58 da manhã, Blogger ARTEMINORCA said...

Maravilhosa, esta história.
Bom fim de semana! Lu

 
At 19/8/06 9:31 da manhã, Blogger C_mim said...

prontos!! agora fui eu que fiquei com um poblema para resolver... O das saudades...

 
At 19/8/06 10:47 da manhã, Blogger Lídia Amorim said...

Saudade é Português e não deve ser um probrema mas sim um problema...

Mas nem isso devia ser...

eheheh é com cada uma!

Jokitas**Bom fim de semana

 
At 19/8/06 3:34 da tarde, Blogger Sinapse said...

125, falar de Cosme Velho, Leblon, ... transportou-me ao RdJ ... Leblon, Ipanema, Jardim Botânico, Pedra Bonita, Dois Irmãos, Gávea ... ... ai!!, cidade maravilhosa!!!!!


Beijinhos, cariocas,
Sinapse

 
At 19/8/06 4:22 da tarde, Blogger Mocho Falante said...

ahahahahahaha

Saudade é probrema se ucê não soubé matá né?

Beijos

 
At 19/8/06 4:51 da tarde, Blogger pitanga said...

É assim: se você tem um pobrema, na verdade tem dois.Um é o caso verdadeiro,o outro é o da língua presa. Se você tem um probrema, aí você tem tres. Um é o verdadeiro, o segundo é a língua presa e o terceiro é que você tem que voltar pra escola pra aprender a falar.E afinal, é fósfero ou frósfero? Nada disso: é frósfro. eheheh
Agora só pra te deixar com água na boca: "e o inverno no Leblom é quase glacial" Adriana Calcanhoto.
beijos cariocas

 
At 19/8/06 10:46 da tarde, Blogger anamoris said...

Ontem pensei em ti, minha Amiga. Estive numa sessão de Karaoke aqui na vila e cantei a 125 Azul, só mesmo de férias tenho coragem de cantar. Sei que a minha voz é uma desgraça, mas estes alentejanos são tão queridos que fazem questão que eu cante. Hi! Hi! Hi!
Beijos, muitos.

 
At 20/8/06 2:56 da manhã, Blogger UrsaM said...

Querida, nossa saudade não pode ser probrema enquanto se tem blog, email e telefone! Mas, se algum dia, faltar possibilidade de viajar de novo e tomar mais cappuccinos na Argumento ou em qualquer lugar do mundo, aí será um pobrema altamente probremático!
Ainda bem que saudade, ás vezes, é tão bom que a gente nem quer matar, não acha?

Mas, por conta deste post não vá a turma pensar que todas as "senhoras" que viajam nos ônibus do Rio usam este linguajar não é?
um beijo doce com canela!

 
At 20/8/06 6:27 da manhã, Blogger Kafé Roceiro said...

O grande lance é entender. Entendeu tá tudo certo...

 
At 20/8/06 9:44 da manhã, Blogger Ck in UK said...

Realmente saudade pode ser um grande probrema....
excelente post!

 
At 20/8/06 10:30 da manhã, Blogger Madalena said...

Temos de procurar uma solução, sim, Azulinha? Mil beijinhos

 
At 20/8/06 5:43 da tarde, Blogger Su said...

saudade é dificiuuuuuuuuu
:)

 
At 20/8/06 8:55 da tarde, Blogger Ana said...

Post muito original! Ui, a saudade é complicada demais! Mas para mim...acho que continua a ser probrema...

Beijinhos

 
At 23/8/06 8:05 da manhã, Blogger Carlos Malmoro said...

Probrema. Sempre.
Bjokas

 
At 7/9/06 5:11 da tarde, Blogger Mamã P. said...

Por favor... já não aguento de tanto rir! Adorei!!!

 

Enviar um comentário

<< Home