quinta-feira, setembro 21, 2006

Loucura x Maldade

Episódios recentes obrigam-me a reflectir seriamente sobre a loucura e a maldade humanas.

Sobre a loucura ou a maldade.

Como sabes , quando determinada criatura faz algo absolutamente fora de propósito, distante dos padrões habituais de comportamento, se é movida pela loucura ou pela maldade?

Ou, mais grave, se é movida pela loucura e pela maldade?

É só olhar para o mundo à nossa volta, para episódios recentes da política, economia, desporto, saúde, educação... Cá dentro ou lá fora, no apartamento ao lado, por toda a parte.

Não consigo, apesar da profissão que deveria ajudar, distinguir loucura de maldade algumas vezes. Se certezas tenho nestes dias tumultuados, é de que, loucas ou más, as pessoas raramente viram a insanidade contra si próprias: há que destilá-la para cima dos outros, que isto de bater com a própria cabeça na parede dói que se farta!

Obs: Para saber mais sobre a maldade, "Gente da Mentira", de Scott Peck

23 Comments:

At 21/9/06 8:01 da tarde, Blogger MARTA said...

A quem o dizes.............
Também tenho essa dificuldade - estranho, não é, mas a pura verdade.
Beijos e abraços
Marta

 
At 21/9/06 8:27 da tarde, Blogger Kafé Roceiro said...

Tembém fico meio confuso. Acaba que a maldade é meio loucura, né? Quando assisti um filme em que Macaulley Caukin(será que tá certo?)joga um cachorro de cima do viaduto para cair num carro que está passando, pensei nisso! O cara é mau, mas com certeza ele é louco também.Freud deve explicar...

 
At 21/9/06 8:31 da tarde, Blogger Kalinka said...

OLÁ MOÇAMBICANA

Cá estou, para deixar a minha opinião. Tive recentemente um caso de alguém com quem achei durante muitos meses/anos que havia algo compatível entre nós...e, de repente, vira do avesso. Sei que foi tudo por maldade, mas...ainda não posso afirmar que terá sido também por loucura. Sobre loucura é preciso ter muito cuidado para o afirmar...mas, quem sabe? Há um provérbio que diz: de poeta e de louco todos temos um pouco!!!
Por isso...

Convido-te a visitares-me pois, se alguém te perguntar:
O que é o Amor?
aceita o desafio e participa.

Beijokas moçambicanas.

 
At 21/9/06 9:27 da tarde, Blogger bell said...

Olá,
Parei aqui só para dizer que, para mim, a maldade é superior à loucura. Quantos "maus" se escondem debaixo da capa da insanidade para cometerem impunemente os seus actos?

 
At 21/9/06 9:27 da tarde, Blogger bell said...

Olá,
Parei aqui só para dizer que, para mim, a maldade é superior à loucura. Quantos "maus" se escondem debaixo da capa da insanidade para cometerem impunemente os seus actos?

 
At 21/9/06 10:04 da tarde, Blogger Ck in UK said...

olha la, e o q e q te fez escrever este post? isso e q me intriga....

 
At 21/9/06 10:07 da tarde, Blogger Cara D'Anjo Mau said...

Os Anjos querem sempre pensar que se trata de loucura e de insanidade. Que existe cura e que podemos ajudar no processo.
Desculpabilizam um, duas, três, vezes sem contam os comportamentos irracionais dos humanos.
Isto tudo porque a maldade é algo que lhes faz pele de galinha e urticária, um sentimento estranho, desconhecido, desajustado à sua condição celeste.
Mais difícil do que os actos de maldade é ter de reconhecer que alguém é mau.

 
At 21/9/06 11:30 da tarde, Blogger dakidali said...

Às vezes penso que estou eu maluca, desajustada... Mas depois penso melhor e chego à conclusão que este mundo caminha para o caos.
Beijinhos

 
At 21/9/06 11:49 da tarde, Blogger Luh said...

Alguns loucos não são maus. Os malvados podem-no ser, mas fingem-no muito bem. Acho eu.
E cada vez vejo mais lamdade.
Beijinhos menina do Chiveve

 
At 21/9/06 11:50 da tarde, Blogger Luh said...

lamdade? maldade....

 
At 22/9/06 7:53 da manhã, Blogger UrsaM said...

É que vemos os atos destas pessoas sob nosso prisma!
Imagina alguém que nada sinta? que seja frio, para quem os sentimentos não contem, que não tema a morte e desafie a dor, aí estará um ser tão diferente que não o compreenderemos! Assusta-nos o que não conhecemos e não podemos classificar nem compreender. Podem ser loucos mas que tipo de loucos? pois há os criativos, os que sofrem...
Como será que certos animais vêem o Homem que os prende fere e mata? Se pudessem códificar como os chamaria?

 
At 22/9/06 8:41 da manhã, Blogger greentea said...

e verdade mas tudo o que fazeemos tem um retorno e chegara o momento em que volta de novo para nos...

beijinhos

 
At 22/9/06 9:00 da manhã, Blogger anamoris said...

Não podemos deixar-nos levar pela maldade e loucura que nos rodeia, temos que nos centrar nas coisas boas e positivas que a vida nos dá.
A Natureza é sábia e nunca se esquece da lei do retorno.
Tento gerir a minha vida por ela.
Beijinhos e bom fim de semana

 
At 22/9/06 11:03 da manhã, Anonymous miss spring said...

acho que todos nós conhecemos bem essa ténue fronteira entre a loucura e a maldade, porque já termos passado bem perto... contudo como acção contínua é extremamente auto-destrutiva e acaba por apodrecer quem a faz. assim, sim a maldade a loucura são duas amigas inseparáveis, frequentemente acompanhadas pela tristeza...
um beijinho

 
At 22/9/06 11:16 da manhã, Blogger Barão da Tróia II said...

A maioria dos loucos não são maus, a maioria dos maus não são loucos! É preciso que se diga que existe gente má e ponto final. Bom fim de semana

 
At 22/9/06 11:17 da manhã, Blogger BroTTas said...

nunca ouviste dizer sou louco mas nao tanto.... lol como dizes e bem dar cabeçadas na parede doi que sa farta...

 
At 22/9/06 11:47 da manhã, Blogger asdrubal tudo bem said...

Tenho a sensação que há mais caso de maldade a passar por loucura do que o contrário mas nunca te esqueças de um frase de Salvador Dali que dizia " a única diferença entre mim e um louco é que eu não sou louco" e olha que ele era doido varrido.

 
At 22/9/06 12:01 da tarde, Blogger Luh said...

Ai, ai ai...Já não te lembras que eu sou a que estive no Camões... Risos...

 
At 22/9/06 12:16 da tarde, Blogger planaltobie said...

Eu acho que todos nós somos maus. E somos do piorio. Capazes de tudo. Estamos sempre é em banho-maria, controlados, ou anestesiados com o futebol, com os fp dos árbitros...
Mas eu percebo o queres dizer: há maldades requintadas de facto.
Eu lembro-me de dois casos, dois alunos. Um, uma vez meteu um gato no micro-ondas e, tanto um como o outro eram tão maus, mas maus mesmo, para as raparigas...
Não sei se tinham consciência do que faziam. Este tipo de maldade deve ser caso clínico.

 
At 22/9/06 1:49 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

Também me pergunto porque é que, se são loucos, só lhes dá para fazer mal e não bem?

Beijinhos.

 
At 22/9/06 3:10 da tarde, Blogger Periférico said...

As ténues linhas de fronteira...

Beijos

 
At 22/9/06 4:29 da tarde, Blogger a lice said...

Prefiro acreditar na força da loucura...

Beijinhos, de bom fim-de-semana!

 
At 22/9/06 8:21 da tarde, Blogger borbulha said...

Não tenho a ilusão de pensar que há pessoas com um maior grau de maldade do que eu. Prefiro pensar que não se norteiam pelos mms valores. Não tentam agir bem a todo o custo. É uma escolha, até deve ser mais fácil assim. O melhor é tentarmos evitar relacionar-nos com essas pessoas de forma demasiado próxima. Da loucura não falo, porque acho que de louco todos temos um pouco, já dizia não sei quem.

***

 

Enviar um comentário

<< Home