segunda-feira, setembro 11, 2006

September, 11


Quem? Porquê? Para quê?

Fui só eu que não entendi?

24 Comments:

At 11/9/06 7:37 da tarde, Blogger BlueShell said...

Eu também não entendi...não entendo ainda!!! E penso que não há deveras uma razão ... há fanatismo, egoísmo, maldade...

Bjs, BShell

 
At 11/9/06 7:49 da tarde, Blogger pitanga said...

Mas não era para entender. Era só para avisar:"olha o que a gente faz!É só cismar e booom!E vocês não podem fazer nada! Nem sequer entender".

 
At 11/9/06 9:57 da tarde, Blogger a lice said...

Não és a única... Tanta pergunta sem resposta...:(

 
At 11/9/06 10:11 da tarde, Blogger Kalinka said...

OLÁ

Concordo com os 3 comentários antes do meu.

Mas, não gosto de voltar a ver as imagens, ainda hoje escrevi num outro comentário, que não concordo com os 4 canais de televisão que temos, todos a mostrar e explorar as terríveis imagens e as crianças que ainda não eram nascidas, como a minha neta, acabam por ter que ver estas imagens.
Acho que as crianças têm uma vida inteira pela frente para ver e fazer perguntas sobre estas tristes imagens...
Perguntas que ninguém saberá reposnder, tal como TU e EU não sabemos hoje, 5 anos depois, o que dizer...

Mudando de assunto, gostei de saber que consideras a Beira como a tua Pátria. És minha conterrânea.

Beijos com ternura.

 
At 11/9/06 10:11 da tarde, Blogger Kalinka said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 12/9/06 1:38 da manhã, Blogger Cristina said...

bolas, pá! perguntinhas simples, ein???:))))


beijocas

 
At 12/9/06 1:52 da manhã, Blogger Madalena said...

Beijinho grande e obrigada pela simplicidade da homenagem. Esta, sim, eu entendo!

 
At 12/9/06 7:59 da manhã, Blogger UrsaM said...

Somos muito pequenos e míopes para entender o imenso mapa das relações entre os fatos e atos.
Acontece que a humanidade, em nossos dias, tem conhecimento do que acontece... rápidamente e em grande escala.
Tivésse o mundo a mesma comunicação de hoje em muitos episódios antes da segunda guerra e tragédias bem maiores seriam vistas com o mesmo ou maior impacto.
Os massacres dos índios americanos é apenas um exemplo!
Colhe-se o que se planta!

 
At 12/9/06 8:52 da manhã, Blogger Lídia Amorim said...

o que é certo é que ninguém entende porque tudo está muito mal explicado.

Como é que neste dia todos os caças f-16 estavam em treino bem longe de NY?

Porque é que no dia anterior as companhias aéreas em causa conseguiram vender as suas acções por valores 11 vezes mais acima da média?

Porque é que informaram a todos os políticos e personagens importantes do meio social para se retirarem de NY naquele dia?

Como é que ao final do dia todos já sabiam quem tinham sido os terroristas? quem tinha sido a organização?

Porque é que não existe imagens do avião a embater no pentágono? e porque é que os investigadores da Rolls Royce(que fabrica os motores da boeing) disse que o motor que foi encontrado no pentágono não era o de um avião e que se fosse o de um avião a explosão teria sido muito superior e concerteza resultariam mais destroços...

Para não fazer mais perguntas vou apenas dizer o que acho:
A al-qaeda não existe é inventada pelas forças políticas norte-americanas que quer chamar atenção do mundo e dizer afinal que a potência mundial ainda são eles.
Foi um queimar de provas, atingiram o centro do mundo, o local aonde estavam possivelmente as maiores provas, as maiores fraudes, nao restou nada...

enfim pode parecer uma ideia extraordinariamente estúpida, mas pensa... bjitos boa semana!!

 
At 12/9/06 9:52 da manhã, Blogger Gorduchita said...

Este tipo de acções são incompreensíveis para pessoas normais, como nós!

 
At 12/9/06 10:32 da manhã, Blogger MARTA said...

Eu também não!!!!!
Beijos e abraços
Marta

 
At 12/9/06 11:00 da manhã, Blogger calamity jane said...

Neste momento, cada vez mais, e depois daquilo que (quase) todos vimos na TV, a pergunta mais pertinente - e angustiante, apesar de tudo - é QUEM? A resposta...

 
At 12/9/06 11:22 da manhã, Blogger Tongzhi said...

A resposta a essas 3 questões seriam o "desvendar" de um mistério que muitos não querem desvendar!

 
At 12/9/06 11:23 da manhã, Blogger lxexpo said...

felismente acho que não....mas porque será que em Portugal desde esse afamado dia cerca de três portugueses por dia se revertem ao islamismo???!!!! ( ver expresso )

 
At 12/9/06 3:13 da tarde, Blogger The City Lights said...

Olá 125,
linda........eu acho que foi o mundo inteiro que nao entendeu!!!

Olha lindona....apesar de nao ter tido tempo para as andanças do blog....e de andar atoladíssima com trabalho....vim deixar-te uma beijoca e aos de casa!!!

:)

Fica bem!

 
At 12/9/06 5:29 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

Acho que começo a entender muita coisa, embora parte já não fosse novidade.

Beijinhos.

 
At 12/9/06 5:31 da tarde, Blogger melga meiguinha said...

A continuar a este ritmo, já não vou comer o bolo das 4000 visitas.

Beijocas.

 
At 12/9/06 5:31 da tarde, Blogger Sinapse said...

Lembro-me de ter ficado como que anestesiada durante uns dias, uma semana ou mais ... lembro-me de ter trocado impressões com amigos, sobre esse vago sentimento de anestesia e de outros sentirem o mesmo, expressarem o mesmo. Uma anestesia, uma incapacidade de processar aquela informação, de a formular como real.
E com razão - era razão para ficar anestesiado, à toa, perdidos, embrutecidos ...

No entanto (e antes, e no entretanto) ... morreram, vão morrendo, e morrem, morrem MILHARES de pessoas, em guerras inúteis e injustificadas, ou por fome e doença derivadas de injustiças e circunstâncias crueis. Mas isso não nos deixa TÃO esmagados como pelo que aconteceu em NY, Madrid ou Londres. Porquê?
... eu penso que o que nos abalou a todos foi a brutalidade e o mediatismo (watch it real-time, live), e também o imediatismo (3000 pessoas, de uma só vez!!!) ... Terrível, um profundo impacto no (in)consciente colectivo ... inocentes, ocidentais, europeus ...
No entanto, repito, morrem MILHARES de pessoas em guerras, sofrendo e morrendo em e por circunstâncias crueis e injustas ... e não sentimos o mesmo que sentimos com NY, com a mesma violência que quase nos fez - na altura - vomitar de incompreensão ... Porquê?
O ser humano tem uma psique complicadíssima, não achas?

 
At 12/9/06 5:32 da tarde, Blogger Sinapse said...

Lembro-me de ter ficado como que anestesiada durante uns dias, uma semana ou mais ... lembro-me de ter trocado impressões com amigos, sobre esse vago sentimento de anestesia e de outros sentirem o mesmo, expressarem o mesmo. Uma anestesia, uma incapacidade de processar aquela informação, de a formular como real.
E com razão - era razão para ficar anestesiado, à toa, perdidos, embrutecidos ...

No entanto (e antes, e no entretanto) ... morreram, vão morrendo, e morrem, morrem MILHARES de pessoas, em guerras inúteis e injustificadas, ou por fome e doença derivadas de injustiças e circunstâncias crueis. Mas isso não nos deixa TÃO esmagados como pelo que aconteceu em NY, Madrid ou Londres. Porquê?
... eu penso que o que nos abalou a todos foi a brutalidade e o mediatismo (watch it real-time, live), e também o imediatismo (3000 pessoas, de uma só vez!!!) ... Terrível, um profundo impacto no (in)consciente colectivo ... inocentes, ocidentais, europeus ...
No entanto, repito, morrem MILHARES de pessoas em guerras, sofrendo e morrendo em e por circunstâncias crueis e injustas ... e não sentimos o mesmo que sentimos com NY, com a mesma violência que quase nos fez - na altura - vomitar de incompreensão ... Porquê?
O ser humano tem uma psique complicadíssima, não achas?

 
At 12/9/06 6:10 da tarde, Blogger BFC said...

pensei em fazer um texto sobre o assunto, falar do que sei, dar a minha opinião, mas muito honestamente cinco anos depois prefiro rezar pelos que morreram e por aqueles que não tendo morrido naquele dia, tem sofrido diariamente desde aí

 
At 12/9/06 7:17 da tarde, Blogger Hindy said...

Eu também não percebi nada!
Um beijinho "hindyado"!

 
At 12/9/06 8:15 da tarde, Blogger Ck in UK said...

ninguem entedeu nada do q se passou ali...ainda hoje...

 
At 12/9/06 8:47 da tarde, Blogger Meia Lua said...

Eu tb não entendí, como continuo sem entender todas as vidas perdidas em África e Oriente Médio por causa dos que sofreram este ataque. Não entendo nada, mas uma coisa é certa, não há lado bom, nunca houve...
bjinhos

 
At 14/9/06 3:35 da tarde, Anonymous c said...

Foi apenas a continuação do que há muito começou.

Ainda será pior, para bem de quem vier a seguir.

 

Enviar um comentário

<< Home