segunda-feira, outubro 29, 2007

Tomara que a Carlota não leia (que vergonha!)

Na minha Beira-África, nos idos sessentas do século passado, às vezes não podia ir à Missa ao Domingo, imperdoável para quem andava em Colégio de Freiras (costumava dar-me para ter febre, amigdalites, vómitos e etc nos fins-de-semana, feriados e férias, vá saber-se porquê...).
Então, ouvia a Missa no rádio, um caixote imenso, com gretas atrás, por onde se podia ver válvulas e muitas luzes coloridas.
Enfiava a cabeça por trás da estante e procurava avidamente pelo Padre Matias, que eu adorava, pelo sacristão José que brincava com as crianças depois das missas, pelas pessoas que deviam estar na Igreja aquela hora... Eu acreditava que os cantores eram anões minúsculos, por isso cabiam tão bem dentro do rádio, mas o Padre Matias, o sacristão, os fiéis todos...
Porque diziam que os Beatles se tinham separado, se estavam sempre juntos a cantar no meu rádio? Porque a minha filha nunca procura anões no I-pod dela?
O mistério seguinte era como se podia telefonar para o Brasil ou para Portugal e ouvir tão bem as vozes, por onde vinham elas? E a tv, como cabia tanta gente lá dentro? Depois foram os computadores, a internet, os telemóveis...
Neste fim-de-semana, mais um mistério: Como sabia o computador, o telemóvel, o relógio do micro-ondas e o do carro que a hora tinha mudado? Todos "antenados com a nova hora, que lindos!
Claro que o único que dependia de tecnologia de ponta (dos dedos, moi), tinha que não ter sido actualizado, o que fez com que eu hoje saltasse do poleiro às 5 da matina e fosse a correr fazer o pequeno almoço para a família dorminhoca. O Azulão, chateado como um peru, resmungou qualquer coisa tipo, "ó Linda, deita aqui um bocadinho e faz conchinha, olha que te esqueceste de mudar a hora do despertador e eu não reparei..."
Para acabar de vez com a minha auto-estima, telefonaram-me de Sta Mª, onde ele tinha levado às 8h00 a Ana para fazer análises, a perguntar o nº de telemóvel dele. Claro que eu não sei de cor. Claro que tenho um telemóvel XPTO, dos que fritam batatas e cortam fiambre fininho (que o Azulão comprou para mim, apesar de eu lhe lhe dizer que comigo é mais On-Off no mesmo botão..., de preferência). Claro que eu disse à moça que ligou que não sabia o número de cor e que lhe ligava depois, porque o meu tel se desligava se eu fosse procurar o número na agenda... grande mentira, eu é que não sei como se procura com uma chamada em linha.


Está explicado porque a Carlota, rainha do high-tech, não pode ler este post?

Etiquetas:

18 Comments:

At 29/10/07 11:28 da manhã, Blogger Alexandra said...

não te apoquentes! (esta palavra soa bem divertida, adoro!) eu não tenho cabeça, por exemplo, para números grandes, é que não tenho pachorra mesmo; costumo dizer que não gasto esforço nem espaço na cabeça para coisas que não me interessam; os meus amigos não acreditam: mas tu ves as facturas, etc, etc e não sabes a facturação global da empresa?!!! são só números e não me interessa, já disse!

 
At 29/10/07 12:51 da tarde, Blogger calamity jane said...

heheheh! Eu também admirava da mesma forma estes mistérios da vida tecnológica. E por isso tb gosto da JK rowling, para além de ter criado o Dumbledore, de quem eu já gostava particularmente antes mesmo de saber que era gay ;-). É que ela, que nomeou "muggles" todos os seres não-mágicos e não-iniciados, uma vez saiu-se com uma genial: uma das personagens, um bruxo, fascinado com o mundo dos muggles, interroga outra sobre os mistérios da telefonia. Ao que o outro responde com toda uma teoria sobre electricidade e blablabla e o bruxo sai-se mais ou menos com esta: "Estes muggles! têm sempre que achar uma explicação sem pés nem cabeça só para afastar a possibilidade de existir alguma magia nas suas vidas! Electricidade!... Inventam cada uma!...
A magia, claro, existe em todas essas coisas. Na electricidade, nos relógios inteligentes e mesmo nas meninas que não dominam a dita tecnologia e têm de desligar o telefone para encontrar um nº. Pois ser bruxinha em tudo é muito difícil e há assuntos bem mais importantes :-)

 
At 29/10/07 3:03 da tarde, Blogger Carlota said...

Ó Azulinha, então agora deste para publicar posts em branco??...
Não sei porquê (se calhar é aqui por causa do parvo deste server), hoje não consigo ler nada do que escreveste.
Que pena!...
;D

 
At 29/10/07 4:02 da tarde, Blogger Luisa Hingá said...

Risos
Azulinha tenho uma amiga que nem consegue entrar no blog dela...
Beijinhos

 
At 29/10/07 6:18 da tarde, Blogger Silver said...

Ai! identifiquei-me tanto com essas experiências dos longinquos 60 do seculo passado. Ainda desmontei um rádio pequinino, porque a curiosidade apoderou-se de mim de forma indefensável. lol, bjiiinhes para todos os azulinhos.

 
At 29/10/07 7:08 da tarde, Blogger Pitanga said...

Sra. Azulão, li seu post com total afinco e boa disposição. Não desejo nem de longe um celular que me frite as batatas, portanto o que me ficou gravado na memória ( minha e não do computador) foi (e passo a citar);

"Ó linda, deita aqui um bocadinho e faz conchinha".

Mas o que é isto meu Deus? Olha que se a Carlota não lê há crianças a lerem. hahahahahaha

 
At 29/10/07 7:08 da tarde, Blogger Pitanga said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 29/10/07 7:27 da tarde, Blogger Melões Melodia said...

E eu nao sei o que tem o teu blog que me sai censurado no escritoro.
Deve ser das tuas qualidades hihihihi
Beijos

 
At 29/10/07 8:00 da tarde, Blogger Um Momento said...

Ai valha-me!!!
Sabes que eu um dia queria tirar uma boneca muito linda de debtro da tv???
Olha se me lembrava de partir o écran...
Deiza lá azulinha , eu também me fazia confusão isso tudo,e penso que não só a nós as duas:o)))))))
Simplesmente adorei este post...
Fez-me voltar aos meus tempos de infancia em que tudo eram curiosidades

Beijinho de noite linda com um big sorriso
(*)
( Já agora... eu tb não dou o nº com uma chamada em linha... nunca me dei ao trabalho de fazer isso... é mais simples mandar uma sms , ou ligar a seguir( Sorrindo!!!)

 
At 30/10/07 2:01 da manhã, Blogger Hindy said...

Modernices!

Beijinho hindyado

 
At 30/10/07 6:28 da manhã, Blogger Angela said...

Querida, acho que poucas pessoas sabem fazer coisas "humanas" de que voc� � extremamente capaz!
E estes bot�es e coisa e tal, v�o mudar de forma, lugar e possibilidades muitas vezes, tantas que n�o vai valer a pena ficar perdendo tempo a aprender!

 
At 30/10/07 7:27 da manhã, Blogger Pitucha said...

Ora tal e qual eu! E também nunca sei n°s de telefone...
(voltei rapidamente à velha e fiel agenda de papel, por causa das coisas!)
beijos

 
At 30/10/07 10:06 da manhã, Blogger neva said...

ai as tecnologias as figuras que nos fazem fazer hehe

 
At 30/10/07 2:05 da tarde, Blogger mjf said...

Olá 125-azul!
Eu considero-me uma inforexclusa ( é assim que se diz??)
Há coisas que eu não sei, e assumo...Um dia hei-de aprender!!! sei lá...
Beijos

 
At 30/10/07 8:49 da tarde, Blogger osbandalhos said...

Sempre pontual, faço o que me mandam os "carolas" donos do tempo: às duas, e não a qualquer outra hora, atraso os relógios uma hora. Cheio de sono, é certo, mas às duas é.
Faço mal? Sabes o que acontece se deixares passar o atraso para lá da hora? Atrasar o atraso? Grandes males virão. Por grandes bens, digo eu.

 
At 31/10/07 5:04 da manhã, Blogger AEnima said...

Na america a coisa nao e' la muito hi-tech. Avisam quando a hora muda, mas nao avisam que a hora em portugal ja mudou quando a americana ainda nao! Normalmente eu nem quereria saber disso... mas aconteceu uma peripecia com piada... Depois conto.

Beijinho e obrigada pelas tuas palavras queridas ao longo dos tempos.

 
At 31/10/07 9:55 da manhã, Blogger Barão da Tróia II said...

O teu post lembrou-me do tempo do sonho, que os petizes de hoje infelizmente já não sabem o que é. Boa semana

 
At 1/11/07 10:06 da manhã, Blogger C_mim said...

Houba! Houba! Houba! Bom bom bom bom bom mesmo é experimentar o novo windows vista com office 2007... ;(

Para os menos informados fiquem a saber que com o office 2007 a extensão dos ficheiros acaba em x. Tipo documentoimportanteeurgente.docx e só se consegue ler noutro office 2007... caso contrário temos de nos lembrar de gravar o doc para versões anteriores a de 2007. Uma coisa muito feia que por pudor e educação não posso dizer aqui...

Uma marretada na cabeça do Bill era o que era...

 

Enviar um comentário

<< Home