segunda-feira, outubro 15, 2007

Otários a metro


Acho que nunca andei de Metro sozinha e, mesmo acompanhada, há que séculos não o fazia. Sexta-feira teve que ser e foi uma odisséia. Sou fiel à teoria de que as mulheres não sabem interpretar mapas e a complicação começou com uma nota de dez e cabines sem troco. Acreditem que tive que sair da estação e recorrer aos préstimos de um arrumador para conseguir moedas para comprar o bilhete, pela generosa troca de dá cá os dez e toma lá nove. Sobre o resto das confusões, nem me vou alongar...
O melhor do Metro é o povo, aliás, o povo é sempre o melhor de tudo!
Sentei-me de frente para um casal: ela, lindíssima, cabelo negro, olhos amendoados, vinte e poucos anos, ele, perto, pertinho do cinquenta, mãos entrelaçadas, olhos de carneiro mal morto.
Ela: Tou dizendo: há 200 anos atrás você teria ido no Brasiu para me escravizar. Agora vim eu aqui para escravizar você.
Ele: E eu gosto, eu deixo. Podes escravizar-me à vontade, faço tudo o que mandares, amor.
Ela: Então vira aqui e me dá um beijo, já, já!
O diálogo continuou interessante, mas já não sou capaz de reproduzi-lo com fidelidade. Algo sobre sentir muitas saudades de mamãe e terem que dar um jeito de ela vir para o casamento e mais uns beijinhos no pescoço.
O amor é lindo, otário!

Etiquetas:

16 Comments:

At 15/10/07 9:29 da manhã, Blogger AEnima said...

Bem... quem e' o Otario? E' que cinquentao e ter que andar de metro com a namorada... Parece-me mais otaria ela.

eheheh

Beijo

 
At 15/10/07 9:45 da manhã, Blogger Melões Melodia said...

Visto ou nao visto, nenhum e otario, ela nao esta por dinheiro, se nao nao era de metro, assim sendo, ela tem visto e ele tira a barriguinha de miserias...

 
At 15/10/07 9:59 da manhã, Blogger neva said...

hehe ohhh se então felizes que bom para eles, afinal não é fácil encontrar um amor assim, eu tb já acreditei nisso de fazer tudo o q a outra pessoa quer agora já não me enganam hehe

 
At 15/10/07 10:40 da manhã, Blogger Alexandra said...

também me parece que estavam bem um para o outro! merecem-se

 
At 15/10/07 11:07 da manhã, Blogger Ck in UK said...

Ai more, eu aqui e so dessas que vejo. passo os meus dias com o povo no metro...

 
At 15/10/07 12:54 da tarde, Blogger mjf said...

Olá!
Um post ,dificil de comentar...
Acho que ambas as partes estavam a tentar ser felizes,ultrapassando obstáculos(...). Ficará a ganhar o mais "malandro", mas é sempre assim!!!
Beijos e Boa Semana

 
At 15/10/07 1:57 da tarde, Blogger MARTA said...

Interessante quem encontramos no Metro e as histórias cujo final não vamos saber...
Como sempre, bem descrito...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

 
At 15/10/07 4:15 da tarde, Blogger MJ said...

Deve ser de mim, mas eu aprendi nesta terra a reclamar com tudo. Vai daí quando chego a Portugal, podes imaginar! Isso do metro é muito giro mas eu não sou obrigada a ter trocos, eles é que são. Por isso ia logo uma reclamaçãozita por escrito para ver se começam a aprender.
Isso do otário acho que faz parte daquela nova campanha que têm para põe a pessoa a sorrir nos transportes públicos...

 
At 15/10/07 6:20 da tarde, Blogger Madalena said...

Azulinha, com mais uma voltinha de metro escreves um romance à Lobo Antunes! lol lol lol
Mil beijijnhos

 
At 15/10/07 8:08 da tarde, Blogger Tongzhi said...

Eu também não ando de metro faz tempooooooo!
A cena deve ter sido de morrer a rir!!!!

 
At 15/10/07 8:23 da tarde, Blogger Pitanga said...

Ah, CHEGUEI!! Eu ando de metrô quase todos os dias porque estacionar fica complicado. Vai daí que ando um bocadinho e endureço as perninhas.
Maaas: Então o gajo perdeu-se no meio dos caracóis (ou será de escova definitiva?)e vai trazer a mãe, o periquito e o marreco, e de quebra, quem sabe um filhinho que ela tenha por estas bandas?
Cada um tem o que merece, né não? Ela tá no seu papel ( quer se arranjar) ele quer desfilar um avião, muito embora,o seu angar já não avie aviões de grande porte. Mas vá lá saber se ele não tem um vizinho com uma garagem maior?

Ó Azulinha, estas coisas do coração são inexplicáveis. $$$$$$$

 
At 15/10/07 8:49 da tarde, Blogger C_mim said...

vou avisando que quero saber tudo sobre "como eu consegui ir ao metro, tirar um bilhete, descobrir a direcção da linha certa, entrar no metro, fazer a viagem e sair na saída certa"...

Vai ser conversa para uma hora, na certa... E bem mais interessante do que o romance por amor que testemunhou... Já imagino algo parecido com a sua viagem sozinha à china... eh eh eh

 
At 16/10/07 9:35 da manhã, Blogger Jose said...

hehehe trocar uma nota por moedas, com um arrumador, talvez seja uma nova alternativa a quando nos torcem o nariz nos cafés...

 
At 16/10/07 4:38 da tarde, Blogger Angela said...

Tão difícil avaliar as pessoas... as medidas serão sempre as nossas não é mesmo?
Um beijo e, as coisas andam complicadas por aqui. Já se ajeitam... quero crer!

 
At 17/10/07 12:40 da tarde, Blogger Miudaaa said...

Conta o restooo!!!

Hi Hi Hi... !!!

Não quero saber. Estou a brincar.
Parece-me a mim, que ambos viram a "CENA" que descreves, numa telenovela mexicana, perto deles.

aiii o lobe dos otários, é para ser vivido por quem quer.
eu nao OBRIGADA... ;-)

 
At 17/10/07 8:45 da tarde, Blogger Sinapse said...

O danado do arrumador aproveitou logo para te extorquir 1 euro?!?!! Chiça!!!

 

Enviar um comentário

<< Home