quinta-feira, novembro 29, 2007

Maomé


"Maomé subiu à montanha. Quando estava em cima, não estava em baixo; Quando estava em baixo, não estava em cima; quando estava no meio, não estava em cima e não estava em baixo."
Esta era a lenga-lenga que eu usava, há mais de vinte anos, quando dava aulas a crianças com deficiências múltiplas, para ensinar as noções de "em cima", "em baixo" e "no meio". Fazíamos um jogo com o corpo todo, só com as mãos, com um bonequinho...
Como não morava no Sudão, não fui presa nem chicoteada por isso e diverti-me muito com as minhas crianças: ríamos quando alguém se enganava, mas era um riso bom que nos deitava ao chão e a aula acabava em farra. Ninguém sabia quem era Maomé, mas também não interessava nada; interessava aprender onde era "em cima", "em baixo"...
Gillian Gibbons, britânica, professora, está detida no Sudão por ter permitido que os alunos baptizassem em saula de aula um urso de peluche com o nome Maomé.
Foi denunciada pelos pais dos seus alunos de 6 e 7 anos e incorre numa pena de até 6 anos de prisão, 40 chicotadas e multa em dinheiro.
O mundo está a ficar um lugar estranho para se viver...

Etiquetas:

12 Comments:

At 29/11/07 9:33 da manhã, Blogger Melões Melodia said...

Nesta historia o mais triste, e que dar o nome a um boneco e desrespeitar o profeta, mas da-lo a gente...
Porque toda a gente sabe que os actos de um boneco podem ser muito mais desrespeitadores do que os de um humano.
Beijos

 
At 29/11/07 11:16 da manhã, Blogger Álex said...

é verdade, quando li a noticia pensei que estamos a caminhar para um mundo...surreal, por lhe atribuir um adjectivo qualquer...triste, tristíssimo

 
At 29/11/07 11:17 da manhã, Blogger Carlota said...

Eu acho que estranho sempre foi. Nós é que não tinhamos conhecimento do que se estava a passar. Agora, não há pum (perdão!) que se dê nos antípodas que não cheire logo do outro lado do mundo.
(Não quero, evidentemente, subvalorizar o acontecimento de que falas.)
:)
Beijola.

 
At 29/11/07 1:51 da tarde, Blogger Huckleberry Friend said...

O mundo é um lugar mesmo muito estranho. Mas ainda bem que nos chegam ecos destas paragens. Para que se saiba. Para que a vergonha não fique escondida com o rabo de fora. Situações destas põem em perspectiva e em contexto os nossos próprios problemas...

 
At 29/11/07 1:58 da tarde, Blogger Tongzhi said...

De facto...
Tanta informação, globalização e outras coisas em "ão" e ainda acontecem coisas destas...
incrível!!!

 
At 29/11/07 2:40 da tarde, Blogger Pitanga said...

...e que não ficará melhor quando estas crianças criadas por estes pais, crescerem.
Onde podemos nos esconder, Azulinha?

beijos e bom dia

PS: No domingo haverá um auto de Natal na escola da Julinha. Ela vai participar do coral vestida de mãe Noel e a música cantada será:

"Eu sei que a vida podia
ser bem melhor e será,
mas isso não impede
que eu repita
é bonita, bonita e é bonita". (Gonzaguinha")

E a escola é de freiras. A liberdade de pensamento é uma coisa maravilhosa!

 
At 29/11/07 3:24 da tarde, Blogger Madalena said...

Se a moda pega... Pelo sim pelo não, juro que nunca chamarei Sócrates a ninguém! Mil beijinhos, Azulinha!

 
At 29/11/07 3:38 da tarde, Blogger calamity jane said...

Cuidado, amiguinha. Eles andem aí. Ai andem, andem!

 
At 29/11/07 5:02 da tarde, Blogger Mónica Lice said...

Ouvi ontem a história e fiquei um pouco aparvalhada com a mesma... Nem sei o que diga...

Beijinho.

 
At 29/11/07 5:17 da tarde, Blogger Um Momento said...

Azulinha...
Depois de que "li" que uma moça de 19 anos por lá foi violada e por recorrer ainda foi condenada a prisao e a 2oo chibatadas... já nada me admira:(((
Está realmente muito estranho...
Um bonequinho de peluche...originou isso tudo por ser baptizado de Maomé...olha se era jesus ou algo que o valha...
Beijo ... em ti
(*)

 
At 30/11/07 12:29 da manhã, Blogger Sinapse said...

... pois eu ia dizer o que a Carlota disse ... sempre foi assim, lá no mundo do Maomé ... e, um dia também já foi assim no nosso lado do mundo ...

... o mundo sempre foi, e sempre será, um palco para as mais diversas palhaçadas!

:(

 
At 30/11/07 5:17 da manhã, Blogger Angela said...

A história é terrível e o ser humano é muito imbecil, quase sempre e em todo lugar.
Mas as excessões existem e aí está sua linda história de ensinar as crianças com este amor-humor que é especialidade sua!
Sempre achei que devíamos poder fazer xerox de pessoas para povoar um mundo bom. Você teria que ter bilhões de cópias!

 

Enviar um comentário

<< Home