sexta-feira, janeiro 18, 2008

O outro filho da caixinha


Hoje acordei feliz. Tinha encomendado um céu bem azul para te iluminar, um sol amarelinho para te aquecer, uma brisa suave para despentear os teus cabelinhos e eles chegaram a tempo.
Porque hoje, sabes, hoje celebramos o tempo que passou (um ano, já!) sobre o dia que a mamã te troxe para a luz.
Sabes que diziam que ela não seria capaz de o fazer, mas ela e o papá nunca acreditaram. Eles são assim, não acreditam em impossibilidades.
Depois também diziam que não conseguirias mamar sozinho tão cedo, porque os bebés só adquirem o reflexo de sucção às 35 semanas, mas tu és filho dos papás e às 32 já mamavas mais do que todos os outros bebés do berçário juntos.
E agora já vais à Escola e tens cinco dentinhos e muitos, muitos cabelos fofos e espetados bem no alto da cabeça.
Os olhos continuam azuis e imensos, comes iogurte, sopa e que mais vier e tens aquela sabedoria presente na serenidade com que nos olhas a todos, sim olá, eu sou o Rodrigo.
Sonho com o dia em que vais jogar à bola, talvez tu e o Miguinhas no Sporting, o teu papá e o dele de cachecol e orgulho na bancada, a torcer. Imagino-te tranquilo a acalmar o teu amigo, sempre espoleta, sempre agitado.
Imagino-vos a sair à noite, a vires contar-me (vais contar-me, não vais?) da tua primeira namorada e a tua mamã a ter um ataque de sogra...
Imagino-te para sempre na nossa vida, porque assim é que é certo para os que são amigos.
Parabéns, Rodrigo. Enche os papás de beijos e baba, eles merecem!

Etiquetas:

14 Comments:

At 18/1/08 11:19 da manhã, Blogger Pitanga said...

Esquisito este país que entrega os bêbês em caixinhas. Aposentaram a cegonha? heheh

É claro que é só brincadeira e parabéns a todos os meninos e meninas que lutam e vencem ao sair da caixinha.

 
At 18/1/08 12:13 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A nossa caixinha trouxe-nos este filho lindo e desejado que nos faz feliz e nos torna pessoas melhores.
Trouxe-nos ainda mais 5 amigos, irmãos de coração que ficarão na nossa vida para sempre protegidos pela nossa caixinha de amor.
Beijo-te de sorriso nos lábios, de lágrimas nos olhos mas com o coração cheio.
Marta, a mãe do filho da outra caixinha !

 
At 18/1/08 4:46 da tarde, Blogger espumante said...

beijinho amigo de parabéns

 
At 18/1/08 5:15 da tarde, Blogger anamoris said...

Parabéns para o filho e para a Mãe.
Bom fim de semana

 
At 18/1/08 5:28 da tarde, Blogger Hindy said...

Adorei o texto!

Parabéns!

Beijinho hindyado

 
At 18/1/08 6:16 da tarde, Blogger AEnima said...

O Rodrigo hoje até deve ter babado extra... tenho a certeza que sente as coisas lindas que disseste dele. :)

Beijinhoooooooooooo

 
At 18/1/08 7:03 da tarde, Blogger boleia said...

:) que todas as caixinhas tragam presentes destes!

 
At 18/1/08 11:26 da tarde, Blogger Madalena said...

Azulinha, como sempre, lindo!!!!!!
Há de facto uma força especial que nos faz acreditar muito para lá do possível. Não ligamos muito ao possível quando ele está ali, mesmo ao nosso ladinho. Quando esse possível parece escapar-nos, aí sim, a força nasce, o coração acredita e o possível acredita que nós vamos dar-lhe finalmente valor. Estranho, não é, Azulinha?
Beijinhos grandes e pequenos, azuis e de todas as cores para todos os que vão à luta pela vida!!!

 
At 19/1/08 7:51 da tarde, Blogger Mocho Falante said...

ummmm que delicia de mensagem, como só tu sabes fazer...ao sortudo Rodrigo uma grande beijoca de Parabéns

 
At 20/1/08 12:05 da manhã, Blogger Kalinka said...

Azulinha, leio-te e as lágrimas rolam teimosas...
Parabéns ao Rodrigo, pelo 1º aniversário.

Eu, peço desculpa pela minha ausência, mas a minha vida tem estado complicada, tenho uma familiar muito querida com apenas 25 anos e está a sofrer há 8 meses, problemas graves, neste momento aguarda um transplante de coração.
No último dia do ano de 2007 dediquei-lhe o meu post de fecho do ano.
Nem sei como ainda tenho cabeça para andar por aqui...venho vindo aos poucos, mas...não com a mesma assiduidade de antes.
Sinto-me bem na blogoesfera, é aqui que muitas vezes venho buscar forças.

Bom fim de semana.
Um abraço.
Ai como eu preciso de um Abraço!!!

 
At 20/1/08 12:09 da manhã, Blogger JG said...

Eu sei de uma caixinha laranja com um botãozinho aninhado. Eu sei...
Como todas as histórias de caixinhas têm cheiro de flor!!!

Bom domingo

 
At 20/1/08 2:16 da manhã, Blogger Angela said...

Querida, que a vida cubra de graças e bençãos o Rodrigo e a você para que continues a nos emocionar com seu coração perfumado, sob forma de texto!

 
At 20/1/08 11:25 da tarde, Anonymous Miguel Pai said...

Em tempo:

Rodrigo, desculpa só agora aqui vir e telefonar-te 6 minutos antes da hora.

Esta Tia ofereceu-te um texto maravilhoso, como só o coração dela sabe escrever.

Da minha parte, alem da tão falada caixinha, prima da do Miguel, há outras que fazem igualmente parte da tua vida e que sou eu que as transporto, até ao 2º andar, sabias?

Pergunta à tua mamã.

Felicidades.

 
At 21/1/08 5:21 da manhã, Blogger Angela said...

Amiga, se tens tempo visita bichokundum que voltou a postar e precisa de ãnimo para superar as agruras das rotinas duras da casa!
É que, mesmo sem caixinhas, são minhas filhotas! um beijo.

 

Enviar um comentário

<< Home